segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

NOVA RUBRICA DE A.N.B.

                                       Orelhudos do Caraças 

Há dias, tivemos oportunidade de relançar, aqui no Al tejo, uma abordagem minimalista sobre algumas variantes  do sistema de relações internacionais em curso e em exercício neste princípio de milénio. Em tempos de globalização económica acelerada. E também bastante anárquica. Ou da falta de democracia politica e económica à escala humana universal.
Basicamente, o que se torna evidente, visto da nossa antiga “tapada do Caraças”, com as orelhas atentas, espertas e muito orelhudas, ao que nos vai rodeando, é que o mundo exibe actualmente vários polos com um grande poder económico, tecnológico e militar, que há uma competição mundial desenfreada e que a violência (vide o caso dos terrorismos) e novos focos de guerras permanentes se vão manter e aumentar.
É este o mundo real existente, algo próximo de uma guerra civil mundial (e de civilizações) com o qual devemos confrontar-nos, se quisermos indo acordando vivos. Em Portugal como no resto do mundo.
Claro que este cenário comporta, por sua vez, grandes personagens, actores políticos ambiciosos, e tantos, tantos outros servidores usurários do sistema político internacional sem grandes escrúpulos. Como é o caso do sistema financeiro, dos mercados  e do neoliberalismo em vigor.
Neste quadro passo a destacar: Angela Merkl e V. Putin. São ambos demasiados cínicos e matreiros, até perigosos, em face do mundo violento que temos. Já que mais não seja, porque andam a dar sinais de seguir uma estratégia e caminho muito próprio, custe o que custar, sem dialogo aberto com os demais parceiros (ricos e pobres) da cena internacional. Muitos deles possuídos, aliás, da mesma perversa vontade de acrescentamento dos seus já enormes poderes. Lembre-se o caso do Irão. Ou da Turquia.
Têm algumas dúvidas? Então, reparem neste excerto extraído de uma obra recentemente publicada ( “Este é o tempo”, Prof. A. Moreira,pag. 188, Nov. 2014).
Em diálogo com V. Chacon pode ler-se isto: “ Vocês, europeus, com essa história da senhora Merkel, ainda não perceberam uma coisa, é que ela entende-se muito bem com o senhor Putin, e quando há reuniões com os ministros, ela fala com o Putin em russo e ele fala em alemão com ela, e os outros ministros não percebem palavra do que eles estão a dizer.”
Vejam bem! Os outros (Ministros) ficam sem perceber o que se está a passar em plena reunião.
Contado assim, dá para pensar que também somos da opinião que só sobra estar “orelhudo” para duas coisas: (1) com a Merkel já mudou completamente a natureza e fins da União Europeia da qual Portugal faz parte desde 1986; (2) por outro lado, houve também uma mudança no símbolo nacional da Rússia. A águia bicéfala que era o símbolo do império russo voltou. E se querem mais uma prova: vejam o que sucedeu à Crimeia e o que está a suceder à Ucrânia. Ou o que está a acontecer aos países periféricos do Sul europeu.
 Por hoje, fiquemos por aqui, porque se agora mesmo olhássemos para B. Obama, seria igualmente fácil verificar que o expansionismo americano, no leste europeu, e os ataques ao Iraque, no fundo, levar-nos iam a considerar as mesmas intenções dominadoras e expansionistas dos USA.
 Digamo-lo, pois assim, à nossa maneira, e de uma assentada: “atenção, é bem verdade que, em relações internacionais, todos os espaços vazios tendem a ser ocupados”.
Enfim!
Portugal que se precate com o mar das Selvagens e consulte, quanto antes, o nosso antigo e sábio oráculo das Caraças. À espera, lá estará o vidente “Forma das Caraças” para nos ir avisando…
Não acham?
  Melhores saudações
   António Neves Berbem
       (26/1/2015)

   Ps: pode acontecer que estes “ Orelhudos do Caraças” se tornem uma nova rubrica, do Al tejo, se para tanto houver tempo e vier a justificar-se.











MAIS UMA RELIQUIA "DESCOBERTA" PELO A. JEREMIAS


Reconhecem alguem?

RECEBIDO COM PEDIDO DE PUBLICAÇÃO

O texto que se segue foi enviado directamente para o mail do administrador do blogue e como tal devidamente identificado. Assim, a sua publicação. (Exemplo a seguir)

                                                   NOTÍCIA DE INTERESSE PUBLICO
Ao que se diz aqui por Santiago Maior, parece que vai avançar uma intervenção na famosa estrada que serve o campo de tiro e habitações de vários particulares e empresas ali sediadas.
Pessoalmente só faço o caminho para o campo de tiro e com jeep e como tal os buracos e pedras não me fazem muito dano, mas entendo e estou solidário com quem por ali vive e tem o direito de ter uma acessibilidade digna para entrar e sair de casa e que é comum a muita gente, não se trata de um caminho particular mas sim publico e como tal da responsabilidade da Autarquia para o manter e conservar em condições, a não ser que continuem com a politica de Munícipes de primeira, segunda e terceira.
Dou um exemplo, uma parte pequena do caminho tem iluminação, porque um morador se mexeu e conseguiu que a EDP colocasse iluminação no trajeto até ao seu monte.
Pergunto a quem de direito, se o Sr. Rogério, pois não há que esconder, o conseguiu para o seu percurso, porque é que o Município do Alandroal não o consegue para o resto que falta????
Vejam lá se têm necessidade de alguém empreendedor para o Município, façam uma avença com o Tio Rogério que ele trata do assunto, pelo que se vê tem competência e mais que isso, faz, ao contrário de muitos Doutores e Doutoras que por aí andam e é o que se sabe.
Cá estamos para ver se vai ser mais uma intervenção cosmética como a realizada pelo antigo executivo, que foi tão bem feita que passada uma semana estava tudo ainda pior, e não vale a pena mais detalhes sobre a dita obra de S Engrácia porque já foram os contornos da novela aqui mais que explicados por diversos comentadores.
Bem-haja este executivo que mesmo sem dinheiro tenta resolver os problemas dos seus Munícipes ou pelo menos melhorar as coisas, vamos a ver o que de facto vão fazer, e mais importante, como vão fazer, porque mesmo com poucos meios há uma grande diferença entre fazer bem e com empenho, ou fazer às três pancadas só para calar as incomodas vozes do povo.
Darei notícias sempre que achar conveniente, para informação e esclarecimento da verdade.

CAÇADOR SACAIO

RESUMO DE NOTÍCIAS REFERENTES AO ALENTEJO

Um imposto especial sobre a grande propriedade rústica é uma das medidas propostas pelo PCP no Plano Imediato de Intervenção Económica e Social para o Alentejo.

Cerca de 40 profissionais da hotelaria e da restauração do concelho de Reguengos de Monsaraz iniciam hoje ações de formação, no âmbito da Cidade Europeia do Vinho 2015.



HABITUAL CRONICA DE OPINIÃO TRANSMITIDA HOJE NA RÁDIO DIANA/FM

                                   Lição de Dignidade

Segunda, 26 Janeiro 2015 10:35
Que belo dia de Domingo, que grande vitória do Syriza, e que sinal poder festejar num dia 25.
25 de Janeiro ficará para a história europeia como o dia em que o berço da democracia resgata, para si, o seu futuro.
O dia em que um povo se ergueu e escolheu a dignidade ou invés da chantagem, o futuro em vez do medo. Por incrível que pareça, é esta raridade que torna o dia de ontem histórico.
A comunicação social apressa-se a apelidar o Syriza de partido de esquerda radical. Em que país vivemos, quando a luta pela justiça social, pelo emprego, pelos serviços públicos, contra a austeridade e a ditadura dos mercados, é apelidada de radicalismo?! Meus senhores e minhas senhoras, isto não é radicalismo é dignidade e luta intransigente pelos valores sociais.
Não, o Syriza, como tantos outros partidos, não radicalizam, mas esclarecem, de uma forma muito firme e clara, que há uma linha que separa a vida das pessoas da vida das instituições financeiras.
Não nos iludamos, nem nos deixemos enganar, assim como não somos todos Charlie, como não somos todos Abril, não somos todos Syriza, como possa parecer. Aqueles que de forma oportunista dizem ver com bons olhos a vitória da esquerda na Grécia, que querem diluir o vermelho num branco austeritário, travestindo o vermelho em rosa, estão do outro lado. Àqueles que escrevem nas redes sociais ou afirmam perante os microfones que a vitória do Syriza é um bom sinal, há que perguntar se apoiaram ou não Martin Schulz e depois Jean-Claude Juncker para a presidência da Comissão Europeia, se continuarão ou não a política austeritária (mais ou menos fofinha), se estão dispostos a apoiar a desvinculação de Portugal do Tratado Orçamental, ou se estão dispostos a reestruturar a dívida e enfrentar claramente os mercados e as instituições financeiras.
Eu caminho, de forma solidária, com o povo grego. Que todos saibam que quando nos chamam radicais, nós respondemos com solidariedade. Para os que duvidam, deixo-vos um excerto do discurso de vitória de Alexis Tsipras: "O povo grego, soberano, hoje, deu, sem dúvida nenhuma, uma ordem clara e vira uma nova página. O país rejeita a austeridade. Deixa para trás o autoritarismo, a humilhação e dirige-se para uma Europa que muda. Com este passo histórico o povo grego vai ao encontro dos outros povos europeus. Esta vitória é a de todos os povos europeus que lutam contra a austeridade que destrói o futuro europeu.”
Os dados estão lançados, as barreiras identificadas, os desafios todos pela frente. Agora, bem… agora… está nas nossas mãos!
Até para a semana
Bruno Martins




domingo, 25 de janeiro de 2015

OS NOSSOS POETAS

                                                                 

                                                                           HELDER SALGADO



Em dezassete d e Janeiro de 2015, quado apagava as mil e quatrocentas mensagens, que me tornavam o computador lento, dei com esta quadra da Ausenda Ribeiro. Fora um comentário ao “ O MEU BATEL” publicado no Al Tejo em 07-02-2013.
Não li na altura o comentário.
A sua leitura provocou estes versos que gostaria, como partilha, que fossem presentes à Ausenda.

                                                 POEMA PARTILHADO

                             Nem sempre a vida é cruel
                              Um poeta apaixonado
                              Mesmo em barco de papel
                              Pode achar o ser amado.

                                                    Com esta quadra fui dar
                                                    Mesmo sem a procurar
                                                    Da amiga Ausenda Ribeiro
                                                    De dezasseis de Fevereiro
                                                    Do ano de 2013
                                                    E a distância por vezes
                                                    É deveras salutar
                                                    Sem querer comecei a rimar
                                                    No meu barco de papel
                                          Nem sempre a vida é cruel.

                                                    Em nenhum porto embarquei
                                                    No mar que te inventei
                                                    Em paraíso sonhado
                                                    Sem ter ninguém a meu lado
                                                    Sigo triste e já cansado
                                                    Numa noite de luar
                                                    E sem saber navegar
                                                    O meu batel conduzi
                                                    Pensando ser para ti
                                             Um poeta apaixonado

                                                     Não te vi no horizonte
                                                     Do meu olhar uma fonte
                                                     Que não seca o esquecimento
                                                     Navego a qualquer momento
                                                     No mais revoltado mar
                                                     Com vento forte a soprar
                                                     Nas velas da ilusão
                                                     Corre em tua direção
                                                     O mais fogoso corcel
                                        Mesmo em barco de papel

                                                        Não sei por onde navego
                                                        Perdido já estou do Tejo
                                                        E do mundo já esquecido
                                                         Ruma o meu barco perdido
                                                         A cumprir o triste fado
                                                         Do meu cante amargurado
                                                         Neste poema cantado
                                                         Mesmo com água revolta
                                                          Navegando à rédea solta
                                          Pode achar o ser amado.

Helder Salgado
17-01-2015


                                                 
                                                        E AS SÁTIRAS DO POETA




                                                            «ASSIM NOS TRATAM DA SAÚDE...»

                                                                        Nós não somos visitas
                                                                        Nem tão pouco a ama,
                                                                        O ataúde é a tua cama...
                                                                        Morre, deixa-te de fitas!

POETA




 





RESULTADOS DESPORTIVOS DO FIM-DE-SEMANA

                                                  INATEL 

                                                    Distrital de Évora – Série B  - 2ª Fase

                                                          Sabugueiro 0 – Estrela de Pardais 0 
                                                          Alandroal United – Monsaraz - adiado (falecimento Director Monsaraz)

                                                                  Taça Amizade – Série C

                                                                Mina do Bugalho  1 – Pedrense 1
                                                                Mouranense 2 – S. Bento Ameixial 1

                                                                 ASSOCIAÇÃO DE ÉVORA


                                                                         1ª Divisão A.F.E.

                                                                           Montoito 3 – Aguiar 1
                                                                           V. Novas 2 – Giesteira 0
                                                                           Juventude B 7 – S. Romão 0.

      MUITO CONCORRIDA A PROVA TODO O TERRENO LUCIFECIT 2015 ORG. B.V.A.



Origem Foto: facebook António Jeremias Nabais

PORQUE HOJE É DOMINGO

DIVULGAÇÃO

O Município de Redondo vem por este meio agradecer o interesse pelas atividades culturais. Aproveitamos a oportunidade para enviar a Agenda Cultural do 1º trimestre de 2015.
Com os melhores cumprimentos


Salomé Oliveira
Gabinete de Informação do Município de Redondo
Centro Cultural de Redondo

Algumas páginas da Agenda Cultural

 Al Tejo agradece a deferência e congratula-se pelo reconhecimento.


sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

PARA ESTE FIM-DE-SEMANA O AL TEJO SUGERE

                                               ALANDROAL






Poster do filme Os Pinguins de Madagascar Pinguins de Madagáscar 3D – 25 de janeiro  17h  Fórum Cultural Transfronteiriço de Alandroal

Realização: Eric Darnell, Simon J.Smith
Vozes: Annet Mahendru, Anselmo Ralph, Benedict Cumberbatch, Bruno Ferreira, Carlos Macedo, John Malkovich, Jorge Mourato, Ken Jeong, Peter Stormare, Rui Paulo, Tom McGrath
Género: Animação
Classificação: M/6
Duração: 92 min.

Bilhete: 3.50€ (Menores de 12 anos ou portadores de cartão jovem munícipe 2.65€)

Equipas de super espiões não nascem assim... são chocados. Descobre os segredos das mais espetaculares e mais hilariantes aves secretas da espionagem mundial: Capitão, Kowalski, Rico e Soldado. Estes top da elite irão unir forças com uma organização de intervenção secreta - Vento do Norte - que protege os animais. Liderados pelo engraçado Agente Secreto (poderíamos dizer o nome dele, mas depois... tu sabes), com a voz de Benedict Cumberbatch. Juntos, eles têm de evitar que o vilão Dr. Octavius ??Brine, dobrado por John Malkovich, destrua o mundo como nós o conhecemos.

                                                             JUROMENHA


                                                                MONTEMOR



                                                                    ÉVORA



                                                          OUTRAS LOCALIDADES


ORGULHO DE SER ALENTEJANO

Visitar o Alentejo, em Portugal, é a oportunidade de colocar um brilho a mais em seu roteiro na Europa. Mas não é qualquer brilho. É simplesmente a beleza do céu mais bonito do mundo. A Unesco e a Organização Mundial de Turismo certificaram algumas cidades ao redor do mundo com um Starlight Tourism Destination, indicando as melhores vistas noturnas do planeta, e o Alentejo, repleto de estrelas cadentes, foi o primeiro destino indicado. 

Não é só de céu, porém, que o Alentejo se destaca. Na parte do dia, a região apresenta paisagens naturais estonteantes, além de ser um local riquíssimo em história. As belezas e sabores do Alentejo proporcionam atividades tão especiais que os moradores locais garantem: quem visita a região pela primeira vez pode sentir alguns problemas de escolha.


O AL TEJO GOSTA QUE ESTEJA BEM INFORMADO V - ABASTECIMENTO DE ÁGUAS – TOMADA DE POSIÇÃO

Todos os dados apresentados foram recolhidos do Blogue: http://transparencialandroal.blogspot.pt/
E debatidos na última Assembleia Municipal.


PÁGINA DESPORTIVA

Distrital de Évora – Série B  - 2ªSérie
Sabugueiro – Estrela de Pardais – 24/01
Alandroal United – Monsaraz – 25/01.

Taça Amizade – Série C
Mina do Bugalho – Pedrense – 24/01
Mouranense – S. Bento Ameixial – 24/01

1ª Divisão A.F.E.
Montoito – Aguiar
V. Novas – Giesteira
Juventude B – S. Romão.



FUTSAL

II Divisão Nacional – Série F

Operário Lagoa – U. Montemor.

RUGBY

Nacional - Divisão de Honra
RC Montemor - CDUL

AINDA





TOME NOTA:


IMPRENSA REGIONAL DE HOJE



CRONICA DE OPINIÃO TRANSMITIDA HOJE NA DIANA/FM


Sexta, 23 Janeiro 2015 09:10
As regiões do país apresentam grandes desequilíbrios, os quais resultam das mais diversas razões, encontram-se na economia, na população, no território, etc.
Todos os problemas que estão na génese das assimetrias regionais já terão sido identificados, importa pois é conseguir aplicar medidas eficazes para a redução ou eliminação daquelas assimetrias.
Sabemos bem que o país tem uma tradição da centralização administrativa. Tem sido essa a forma como o Estado tem funcionado.
Mas, naturalmente, são os vários agentes regionais que melhor conseguem interpretar os problemas regionais e, porventura, conseguir as melhores respostas para a sua solução.
Uma administração pública de proximidade passa necessariamente pela existência de serviços públicos desconcentrados que tenham capacidade de intervir.
É fundamental a presença da Administração no território, que seja o garante da execução das políticas públicas. A recetividade às medidas tem muito a ver como elas chegam aos seus destinatários.
Neste contexto, a administração pública periférica é um elo insubstituível no funcionamento da administração.
As várias reorganizações produzidas na Administração pelos diversos programas e planos terão que fazer resultar uma administração mais eficiente.
Contudo, é essencial que exista a noção que a administração necessita de uma constante modernização e de iniciar o seu rejuvenescimento de pessoal. É algo que tem que ser paralelo ao esforço de redução e reorganização da administração.
É que uma administração dimensionada em razão da sua necessidade será uma administração mais respeitada, e que terá condições para cumprir o seu papel enquanto elemento fundamental no desenvolvimento do país.
Até para a semana
Rui Mendes


ISTO SIM ...É QUE É VERDADEIRA PORNOGRAFIA ! ATÉ CHOCA!....