terça-feira, 21 de março de 2017

VENTOS DE MUDANÇA?

Podemos anunciar em primeira mão que após longo interregno o nosso conterrâneo ZÉ CARVALHO – volta a actuar no Alandroal.
Na noite do próximo dia 24 de Abril nas comemorações do 25 de Abril – numa iniciativa da União de Freguesias – o QUINTETO JAZZ DE LISBOA -  do qual Zé Carvalho é  figura predominante (Já tivemos ensejo de assistir a um dos Concertos), irá actuar na nossa terra.
            Mais podemos ainda informar que os nossos CANTADORES DOS REIS será o grupo  CONVIDADO

17 comentários:

Anónimo disse...

Teve que ser alguém de fora do Município a trazer o também filho da terra a cantar ao Alandroal, como diz o ditado mais vale tarde que nunca.
Está a Ana Coelho de parabéns e a fazer diferença, a mostrar que é outro tipo de gente, o tipo de gente e mentalidade em que me revejo na CDU.

Irei de certo estar presente.

Anónimo disse...

Até que enfim um grupo com qualidade sem ser as pimbalhadas do costume, que se festeje a revolução de Abril com a dignidade que merece.
Zeca Afonso e Ary dos Santos, SEMPRE.

Carla Joaquina

Anónimo disse...

Como cantador dos Reis acho cordial o convite que nos foi feito pelo Zé Carvalho, mostra que a colaboração entre todos é possível e salutar, é uma bofetada sem mãos a certa gente que o tem tentado marginalizar em vão.
Obrigado Zé, estamos contigo.

Anónimo disse...

Estou lá,por Abril, pelos cantadores, pelo Zeca, pelo Ary e pelo Quinteto ainda por mais com um conterrâneo que dele faz parte.
Estou para ver se o tal ex autarca que dizia admirar o Zé pelo seu profissionalismo como músico e cantor vai aparecer.

Anónimo disse...

O que interessa é que vamos ter no Alandroal um espetáculo de qualidade com bons executantes, que vão dignificar as canções de dos grandes mestres Zeca Afonso e Ary dos Santos, pois com estes músicos não será de esperar outra coisa e serve também o concerto para os jovens músicos do Concelho poderem ir aprender alguma coisa.Assim se dignifica a revolução de Abril com cultura séria.O resto é treta como as intrigas que já por aqui começam a querer surgir.

Viva o 25 de Abril

Francisco Tata disse...

Felicito-o pelo seu comentário ....e olhe se eu vou na conversa e não ignoro certos comentários...já tinhamos a "festa" estragada.
É de lamentar que certa gente aproveite qualquer coisinha para passar de imediato ao ataque na politiquice barata! Mas é mesmo assim que se sintem bem! Que fazer?

Anónimo disse...

Tenho que deixar aqui o meu contentamento por poder ir ver e escutar o meu Conterrâneo Zé Carvalho.
Não se entende que com tanto convite e eventos realizados onde se deu oportunidades durante anos e anos aos filhos da terra para atuarem no nosso Concelho, esses convites não se tivessem estendido por igual a todos os Alandroalenses.
O importante é que alguém soube inteligentemente por fim a este erro.
Estarei decerto a assistir ao concerto a não ser que a saúde não me permita, pois já me prega algumas partidas, e apelo a todas as pessoas que gostam do Alandroal e dos seus que, estejam em força a comemorar Abril e a dar um sinal de afeto ao nosso Zé que têm sido como sabemos muito mal tratado por aqui.

Boa tarde

Anónimo disse...

Pelo menos algo digno no 25 de abril, chega de pimbalhadas e de Toys embora esse do mal o menos.

Anónimo disse...

Já está a coisa a melhorar e ao que se comenta parece que vai haver mais qualidade que o habitual, na verdade com os festivais pimbas e as mmmmm que nos impingiram não é difícil fazer melhor.Pena que seja só no ultimo ano, assim ao estilo morte do cisne. Já tarde acordaram.



Joana Morais

Anónimo disse...

Se os que por aqui comentam fossem ver o espetáculo e como dizia o Zeca Afonso
Trás outro amigo também, é que seria dignificante para a homenagem a estes grandes homens de Abril e da cultura Portuguesa. Há bela maneira do Alandroal o que tem qualidade nunca tem muita gente, porque será???????????????????????

Anónimo disse...

Há bela maneira do Alandroal o que tem qualidade nunca tem muita gente, porque será???????????????????????

24 março, 2017 09:50


Porque a maioria das pessoas é só aparência e faz de conta, porque na verdade são intelectuais de café nem de taberna conseguem ter esse estatuto, e gostam é de pimbalhadas embora mostrem que não.
Espero ter respondido.

Anónimo disse...

Dentro do respeito, cada um gosta do que quer, ouve se for essa a sua vontade, participa ou não se assim entender. Penso não ser de bom tom rotular as pessoas que gostam diferente... ou será que estou errado e só o que eu gosto é que deve prevalecer? E por que se trata das comemorações do 25 de Abril, nunca é demais lembrar que a liberdade restituída em 1974 nos deu o direito de proceder conforme nos pareça, desde que esse direito não vá contra o direito de outrem.

Viva a liberdade!

Anónimo disse...

"Dentro do respeito, cada um gosta do que quer, ouve se for essa a sua vontade, participa ou não se assim entender."

Concordo, mas temos que admitir que os gosto das pessoas por estas bandas é assim um bocado para o foleiro, para a pimbalhice, esta é a minha insignificante opinião que vale o que vale, mas que também deve ser respeitada, nunca é demais lembrar a liberdade restituída em 1974.

Viva o 25 de Abril!

Anónimo disse...

“Penso não ser de bom tom rotular as pessoas que gostam diferente... ou será que estou errado “

Está errado, rotular não quer dizer ofender e a liberdade que fala e enaltece dá a possibilidade de rotular.
Há algum problema em rotular certas forças políticas de direita, ou do centro direita, ou do centro esquerda, ou de esquerda, ou de extrema-esquerda, ou de fascistas.
Havia problema e não era possível rotular no tempo da ditadura, em democracia as coisas têm o seu verdadeiro nome e os seus rótulos.
Querem lá ver que se um espetáculo musical for de fraca qualidade e o intérprete for mau não se pode rotular o artista de mau, fraco, medíocre, foleiro,pimba, etc., etc., e se ao contrário for bom, não se pode rotular o dito de excelente artista, excelente concerto, bom músico,etc, etc.,
Tinha o amigo ou alguém que pegar no contexto da noticia que passa por termos a comemorar Abril um espetáculo com bons executantes, que me parece apropriado para a data, pois é um tributo ao grande compositor de Abril e ao grande poeta da liberdade, e a adocicar a coisa faz parte do espetáculo um filho da terra, e ainda vão como convidados os nossos cantadores dos reis, há tudo para ser uma grande festa, uma grande noite, e o amigo vem com tretas, de rótulos, e que cada um vai onde quer.
Pois por cada um poder ir onde quer é que eu vou estar presente a não ser que algo me impeça, já o amigo com essa sua retórica moralista, não vai decerto, não me parece que pelas características do espetáculo haja meninas descascadas a mostras a badanas,e gente a cantar em playback com fatos de latex brilhantes, deve ser decerto esse mais o seu estilo e gosto pessoal, que não é o meu, e que tenho direito e liberdade de criticar e rotular quer o Sr. goste ou não.

Está apresentado

Bernardo Maria

Anónimo disse...

Gosto disto, lá estarei para como sempre comemorar o 25 de abril e desta vez a meu ver com a qualidade que a data merece.

Anónimo disse...

Não vou faltar a um concerto que me parece importante em muitos aspectos.
Reviver canções de dois grandes vultos da cultura nacional e de Abril,canções sérias, bem feitas, intemporais, BOA MÚSICA. Poder escutar os nossos cantadores e o nosso Zé Carvalho assim como os músicos de renome que o acompanham, coisa que ultimamente por aqui tem sido rara, poder ver e escutar bons músicos.
Uma festa da revolução dos cravos com o respeito e dignidade que Abril deve ter e que por isso ninguém deve faltar.
25 de Abril sempre.

Anónimo disse...

Não adem a contornar o cerne da questão porque ninguém por aqui é parvo e todos sabemos ler nas entrelinhas.
Vem ao Alandroal um grupo musical consagrado e de qualidade, o QUINTETO JAZZ DE LISBOA que é liderado por o nosso conterrâneo José Carvalho, vêm e ainda bem, já não era sem tempo, e fico contente que tenha sido possível quebrar este interregno que nunca devia ter acontecido e cujo o responsável se conhece.