quinta-feira, 24 de novembro de 2016

VANDALISMO NO ALANDROAL


“É tempo de os pais darem a devida educação a quem faz esta barbaridade; é bom que se saiba que a Santa Casa da Misericórdia do Alandroal já matou a fome a muitos alandroalenses e quem fez isto deveria ir limpar o monumento, pois quem sabe os seus pais irão um dia também receber os alimentos, o carinho e amor da instituição que ali colocou a fonte”.

17 comentários:

Anónimo disse...

O VÂNDALO

Anda à solta um anormal
Com o seu spray de tinta…
Esta besta tudo pinta,
Sofre de atraso mental.
Há génios que são do mal
E nada mais sabem fazer,
Sentem especial prazer
Estragar o que é de todos…
O vândalo não tem modos?
Mate-se, se não sabe viver!

Matias José

Anónimo disse...

Quem escreveu este pequeno texto? Vem da parte da Misericórdia? Tinha toda a razão se não pusesse o ponto no facto da fonte pertencer à Misericórdia e desta matar a fome a alguns, por isso não merecer isto. Pode ser parcialmente verdade mas o ponto está na destruição, vandalização e desrespeito pelo património que é de todos. Pode parecer reaccionário mas alguns miúdos estão incontroláveis, os pais não têm mão neles, os professores e as pessoas na rua têm medo deles, eles são mal educados, violentos na linguagem e nos actos, deitam todo o lixo para o chão, sujam e estragam o que é bem público e saem sempre ilesos, ninguém faz nada. Isto já aconteceu nesta fonte mais que uma vez, e voltaram a fazer no parque infantil. O mal é que a lei os protege de uma maneira cega, sim proteger as crianças e jovens e fazer valer os seus direitos, não ao poder descomunal que eles têm, tornaram-se intocáveis.

Francisco Tata disse...

Apenas para esclarecimento:
A Misericordia nada tem a ver nem com a foto tão pouco com o texto.
Tanto a foto, como o texto são da minha inteira responsabilidade.
Chico Manuel

Anónimo disse...

Mate-se, se não sabe viver!

Matias José


Há tanta gente que faz coisas bem mais graves e ninguém diz para se matarem, nem ninguém as mata.
Sei que a poesia é livre mas tenhamos calma caro poeta.

Anónimo disse...

Tenham calma, aquilo até pode ter sido feito por um maluco, e não se vai dizer a um maluco para se matar, se fosse assim estava o Mundo perdido, é só malucos.

Anónimo disse...




OBS.


São estes os sinais dos tempos com que vamos ter de contar e enfrentar. Ou

seja,o Alandroal, pode até estar distante de muita coisa mas não está

imune às televisões e à aceleração da informação diária que nos vai

chegando.

No fundo, o mal destes actos é que não são alheios à natureza humana

sempre predisposta a correr para o (seu) abismo.

É assim desde (quase) sempre. Não deveria ser assim desde que o mundo

também fosse outro e as pessoas jamais se pudessem rever em certos

e repetidos passados. Mais ou menos distantes. Mas também mais ou

menos violentos.


Saudações Democráticas


Antonio Neves Berbem

Anónimo disse...

Onde já vamos, pode ter sido o acto feito por maldade, mas também pode ter sido feito simplesmente pela irreverência da juventude, quem não foi jovem e não cometeu disparates?
Pode ter sido feito por alguém que não está no seu perfeito juízo, até por alguém com perturbações mentais diagnosticadas e temos vários casos no Alandroal.


Chega de sermões papais a tocar a raia do ridículo, quem nunca pecou que atire a primeira pedra, é só moralistas de bons exemplos e muitas virtudes.

Pablo Escobar

Anónimo disse...

Saudações Democráticas


Antonio Neves Berbem



Acho que com o tempo o ANB tem vindo a perder a saudável acutilância de outrora, está para o meu gosto muito comedido nas palavras, e olhe que o admiro, tanto pela excelente forma como escreve como pelo conteúdo da sua prosa, muitas das vezes assertiva e sempre muito inteligente.
Tenho que lhe fazer uma crítica, o caro Berbem está a deixar passar ao lado muitos assuntos importantes em que estranhamente o seu silêncio não faz jus ao que o Sr. nos habituou, não sei qual o motivo mas pessoalmente, lamento.
Poderia dar alguns exemplos, mas aqui vai um que me têm intrigado, isto porque sou cantadore dos Reias há muitos anos, estive com o meu amigo à conversa no dia do encontro de cante, dia mundial da música, o meu amigo estava encantado com o que assistiu, e até disse que iria escrever sobre o assunto e estranhamente não o vi opinar uma linha sobre o acontecimento, ao contrário do Xico Manuel e de muita boa gente.
É de facto estranho o seu silêncio em muitas coisas, o amigo é que sabe, com toda a verdade gosto dos seus comentários e sinto falta deles, escreva mais por favor, não nos abandone como fez em relação ao encontro de Cante, muito obrigado por ter estado presente.
Um bom Natal para si e para os seus.

Anónimo disse...

Em vez de tanto alarido, um pano com diluente ou acetona e bem esfregado com uma escova aquilo fica limpo, já agora aproveitem para dar uma limpeza geral a toda a pedra da fonte para não se notar a diferença e bem que a dita precisa.

Anónimo disse...

Anda à solta um anormal
Com o seu spray de tinta…
Esta besta tudo pinta,
Sofre de atraso mental.



Sr. poeta, tem de facto toda a razão, o que por aqui há mais é gente anormal à solta, e embora sem usarem sprays e nada pintarem, alguns sofrem de atraso mental e alguns umas santas bestas.

Anónimo disse...



OBS.


Elogios como o das 10.51 (mesmo que aparentes ou reais) envolvem

sempre uma dupla responsabilidade:de quem os recebe mas também de quem os

faz.O trânsito tem dois sentidos e, creio que,neste ponto poderá concordar

com esta posição de princípio bastante simples e antidogmatica.

Neste sentido, diria que era já tempo de assumirmos com a maior das

naturalidades quem somos e ao que vimos. Seria uma atitude pedagógica

e mais à altura do que vamos dizendo no Al tejo. Um blog publico com

serviços prestados à terra que é, afinal, a de nós os Dois.

Penso, aliás, que já não vamos tendo idade para estar a jogar às

escondidas sobre o Alandroal. Legitimamente devemos assumir esse direito

e esse dever.E se, daí resultar uma maior e dupla acutilância tanto

melhor!

Foi para isso que lá nascemos.É essa a nossa principal responsabilidade.

Estejamos mais perto ou mais longe da Arca das (nossa) Fonte das Bicas.


Saudações Democraticas


Antonio Neves Berbem

Anónimo disse...

Hoje foi essa fonte, amanhã será a fonte das bicas, também já aconteceu nos muros do castelo, na escola do Alandroal e em casa de particulares. É tempo da pessoa ou pessoas que fazem estas pinturas pararem com a brincadeira de mau gosto, e não estragarem o que é de todos. POR FAVOR!

Anónimo disse...

Estão a valorizar demais e a levar à letra a décima, são expressões utilizadas popularmente, o "atrasado mental" e o mate-se" são em sentido figurado, nós não chamamos atrasados aos deficientes, mas chamamos aos que se portam ainda pior.
Acho que estão a desvalorizar o acto desses meninos, são coisas da juventude, devem ser desculpadas. Eu não estou de acordo, sujar e estragar um monumento não se pode desculpar assim, e ainda para mais porque não é a primeira vez, já o castelo, o parque infantil, a escola e pelo que dizem aqui a casa das pessoas também. É porque desculpam tudo às criancinhas que eles fazem isto sem medo de ninguém.

Anónimo disse...

É porque desculpam tudo às criancinhas que eles fazem isto sem medo de ninguém.

28 novembro, 2016 11:45



Caro comentador em primeiro lugar não temos a certeza se foram criancinhas e pela forma como fala lá em sua casa as criancinhas não fazem asneiras, andam todas cheias de nódoas negras e agachadas de medo, nada lhes é desculpado.
é só gente dura e de barba rija no Alandroal.

Anónimo disse...

Antes que passe

Os símbolos que vandalizam esta linda e antiga fonte são místicos.
A cruz suástica pertenceu a muitas culturas da antiguidade, mas ainda a meio do século XX ornamentou (e ornamenta) um dos regimes mais ferozes e desumanos de sempre - o nazismo.
A cruz de Santo André está ligada aos primeiros cristãos: André pediu para não ser crucificado na cruz latina (como o Mestre foi...)
Pergunto-me se quem "borrou na fonte" quis significar alguma ligação entre as duas cruzes? Coitado do Santo André, mas o que é facto é que o cristianismo, na sua versão catolicismo, ainda há bem poucos séculos cometia grandes atrocidades (Inquisição). Não..., devo estar a delirar..., no Alandroal não há mentes tão maléficas. E logo crianças..., li aí no conteúdo de um ou dois comentários que o Alandroal agora está pejado de garotos rufiões(?!) que sujam e fazem trinta por uma linha. E no nosso tempo..., como era? Igual ou pior!
Vou ao Alandroal e vejo que a vila anda limpinha - valha-nos isso.
O que mais me danou, sinceramente, foi sujarem a humana cabeça, pois aquela santa boca "matou" a sede a muita alminha.

Em conclusão: toca a limpar... todo o monumento.

Um abraço.

AC

Anónimo disse...

Em conclusão:


toca a limpar... todo o monumento.

Se calhar assim vai o monumento ser todo limpo pois já precisava mesmo antes das ditas pinturas, como diz o ditado há males que vem para bem.

Anónimo disse...

A décima é adequadíssima para a besta ou bestas que não sabem viver em sociedade. Crime grave contra o património!

Fonte