quinta-feira, 3 de novembro de 2016

MEMÓRIAS

Mais uma vez o A. Jeremias nos mostra o Alandroal “d´outras eras”. 
Desta vez transporta-nos à Rua da Mata, e faz acompanhar o registo fotográfico com o seguinte texto:


Caros amigos, hoje vou falar um pouco de outra das ruas mais antigas do Alandroal, a rua da Mata.
Quando a povoação se expandiu para fora do castelo formaram-se dois aglomerados principais, da parte de cima a Nordeste o da Mata localizado entre vinhas e olivais e a de baixo a Sudeste o Arrabalde, formado por hortas e ferragiais. 
Precisamente devido à sua localização a atual rua Dr. Teófilo Braga tinha o nome de rua da Mata. De entre outros imoveis, há a destacar aquele onde se localiza a sede paroquial desde o século passado, com o seu soberbo brasão.
Foi casa nobre de Gonçalo Lourenço Gançoso, que obteve carta de brasão de Filipe II em em 1583. 
Foram ainda proprietários do imóvel, no Séc. XVIII, o Sargento-Mor de Ordenanças da Vila, António Vaz Gançoso Frade. Mais tarde pertenceu à família Valadas que o viria a doar à igreja.