quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

   PARA TUDO TERMINAR NA QUARTA-FEIRA…
                    E O CARNAVAL JÁ FOI !

              NO ALANDROAL O CLARÉ MOSTRA COMO FOI …


             E A  RÁDIO CAMPANÁRIO FEZ O VÍDEO

          EM MONTEMOR MOSTRA O F. TÁTÁ

16 comentários:

Anónimo disse...

Na verdade fui ver as reportagens da radio campanário e começo logo por ver, os diversos sites disponíveis sobre o Carnaval, NO REDONDO MILHARES DE FOLIÕES, NO ALANDROAL DEZENAS DE PESSOAS, não estou a inventar nada, está lá, podem ver.
E confesso que gostei muito das nossas matrafonas do Alandroal.

Anónimo disse...

Comentário cheio de veneno...

Francisco Tata disse...

Felizmente ainda há quem saiba distinguir o trigo do joio.
Comentários como o primeiro são colocados precisamente para lhes serem dadas as respostas merecidas, como o do anónimo supra.
É caso para dizer «não fazem nem deixam fazer».
Serão Alandroalenses?
Chico Manuel

Anónimo disse...

Já que criticam, porque não participam e não digam asneiras.

Anónimo disse...

As matrafonas mais bem conseguidas foram quanto a mim as do carnaval do Alandroal.
As fotos falam por si mas ao vivo um espetáculo.

Anónimo disse...

Na rádio campanário é que se podem ver belas fotografias do Carnaval do Alandroal, as espanholas estão demais, muito bom.

Anónimo disse...

O dia que mordem a língua nem dois passos dão... È que não comem nem deixam comer chiça!

Anónimo disse...

O CARNAVAL DO ALANDROAL É QUE É, O CARNAVAL É LINDO.

PAULO MARIA

Anónimo disse...

É isso mesmo! Vão às outras terras assistir, e mesmo participar, mas no Alandroal não colaboram em nada e depois é só mandar abaixo. No Alandroal, num cortejo quase espontâneo, divertiu-se quem participou e quem assistiu. Foram poucos? Foram os que quiseram, também não somos muitos.

Anónimo disse...

Esteve bonita a festa pá ... paulo maria

Não foi só pelas ruas e nos Bombeiros. Também em espaços particulares se festejou o Carnaval.

Necessário é QUE SE ESTEJA CÁ e se participe. E se procurem "os espaços".

A eles (os espaços) todos são benvindos. Ainda temos por cá quem cultive a vizinhança DE FORMA AMIGA.

Que viva o Carnaval/2017

Carnavalesco

Anónimo disse...

Necessário é QUE SE ESTEJA CÁ e se participe. E se procurem "os espaços".

Concordo , que se procurem espaços como por exemplo um que se Chama Café Concerto mas que infelizmente nunca tem Concertos, afinal criticavam mas nem no nome foram originais, faz o nome jus aos Concertos que por ali se fizeram e muitos que assisti de qualidade em qualquer parte do mundo.
Foi o espaço entregue pelos vistos sem contrapartidas das partes e sem o rigor e exigência que é preciso ter num espaço que está inserido num Forum Cultural Municipal. Tudo no Alandroal é tratado com esta simplicidade.
Um Carnaval todo o ano.

Anónimo disse...

Um Carnaval todo o ano a destilar veneno. Ainda bem que está de chuva, pode ser que lave...

Anónimo disse...

Os concertos «de qualidade em qualquer parte do M U N D O» custaram milhares que não tiveram retorno financeiro para o Município.
São contas que ficaram por acertar???
Bonitos exemplos de gestão.

Carnaval todo o ano, SIM. Com ódios, NÃO.

Ficamos fartos, não os queremos.

Anónimo disse...

Carnaval todo o ano, SIM. Com ódios, NÃO.

Ficamos fartos, não os queremos.

14 fevereiro, 2016 17:22


Caro comentador de 14 fevereiro, 2016 17:22 a conversa não é comigo mas isto não é uma questão de ódios, e a argumentação da treta que o amigo aqui expõe é ridícula e não convence. Não denotei ódio em lado nenhum, tudo se resume a uma questão de transparência que a CDU tanto apregoa, mas pelos vistos não pratica, como se vê aqui no Alandroal.
É por acaso mentira que a entrega DA EXPLORAÇÃO do famoso bar café concerto foi entregue a quem entenderam sem fazerem um concurso aberto a eventuais interessados?
Todos sabemos que não é mentira, e como tal não analisaram nem estudaram outras propostas no sentido de escolher quem poderia oferecer melhores contrapartidas e ideias para de facto o café concerto ser isso mesmo e fazer jus ao nome e ser uma mais-valia para a cultura local.
Criticam tanto o que ali se passou, que na verdade foi um Café Concerto, mas não lhe mudaram o nome. Porque não lhe chamam Bar do Fórum Cultural, ou Café Esplanada Transfronteiriço, qualquer coisa deste tipo é no mínimo mais honesta, Concertos onde??????
Que fique esclarecido que nada tenho a criticar a quem neste momento explora o espaço, esta critica é para este executivo que mais uma vez pôs à frente outros interesses que não os do Município e que tal como os outros são os donos disto tudo.
Sem qualquer ódio, a verdade é que em politica cultural são a maior nulidade e da maior incompetência, de facto, nunca antes conseguida e vista no Alandroal.

Anónimo disse...

Os concertos «de qualidade em qualquer parte do M U N D O» custaram milhares que não tiveram retorno financeiro para o Município.
São contas que ficaram por acertar???
Bonitos exemplos de gestão.

OLHA QUEM FALA, POR ACASO OS BALURDIOS QUE GASTARAM NUM FESTIVAL PIMBA TEVE ALGUM RETORNO FINANCEIRO?

FORAM DIVULGADOS OS GASTOS COM ESSA FEIRA EM TELEVISÃO APESAR DOS PEDIDOS DA OPOSIÇÃO ?

EU RESPONDO, A VERDADE É QUE ATÉ HOJE NÃO MOSTRARAM AS CONTAS A NINGUÉM, DEVE TER SIDO PEQUENINO O ESTRAGO,E JÁ SE PREPARAM PARA REPETIR A DOZE EMBORA NÃO HAJA DINHEIRO. COMO VÊ CARO COMENTADOR SÃO CONTAS QUE ESTÃO TAMBÉM POR DIVULGAR E ACERTAR.
DE FACTO UMA BONITO EXEMPLO DE GESTÃO.

PERDEU UMA BOA OCASIÃO PARA TER FICADO CALADINHO OU CALADINHA.

Anónimo disse...

Os concertos «de qualidade em qualquer parte do M U N D O» custaram milhares que não tiveram retorno financeiro para o Município.

Podem não ter tido retorno financeiro mas tiveram retorno cultural, coisa que decerto não lhe deve dizer muito ou mesmo nada, são as pessoas e o País que temos.
Isso de concertos a custar milhares no café concerto só pode ser afirmado por quem não sabe do que fala ou por quem quer gratuitamente dizer mal, devia estar calado, porque ambos os casos não lhe são abonatórios, são coisas que não se devem fazer, coisas feias, que ficam mal a quem as pratica.
De facto é só retorno financeiro por aqui, um desenvolvimento bruto.