domingo, 26 de julho de 2015

DESDE ONTEM O ALANDROAL ESTÁ MAIS RICO

A SANTA CASA DA MISERICORDIA DO ALANDROAL INAUGUROU A NOVA                                ESTRUTURA RESIDENCIAL PARA PESSOAS IDOSAS















11 comentários:

Anónimo disse...

Mais rico e para ricos.
Mil e Tal euros e so para ricos

Francisco Tata disse...

Seria muito pouco digno da minha parte não publicar o seu comentário e a sua consideração.
No entanto diga-me lá se não é assim em toda a parte? Sei de lares e já tive e continuo a ter familiares que pagam 1.500€ por mês. Cabe-nos a nós familires contribuir para que os mesmos possam encontrar locais com condições onde possam encontrar a paz e o sossego que merecem.
Que culpa tem os administradores que se disponibilizam a gerir estas Instituições que estas coisas se processem assim? Em todo o mundo é assim infelizmente. No entanto e felizmente no Alandroal tambem há uma valencia onde se oferecem condições mais acessiveis..
Já que o Estado a quem competia zelar por estas coisas, não cumpre o seu dever, vamos dando graças a Deus por ainda ir havendo quem se disponibilize para tal missão.
Eu penso assim e estou-lhes grato
Chico Manuel

Anónimo disse...

Boa tarde!
Concordo com o Senhor Francisco Tata. Mas também é de ter em conta as considerações tecidas pelo comentador anónimo/a. Na verdade estas casas deviam ser para todos. Os que não têm possibilidades de pagar também são "pessoas", também precisam da mesma paz, sossego e de ser tratados com dignidade nos restos dos seus dias. Devia ser a Misericórdia a suportar uma parte da mensalidade que as pessoas não podem suportar. Quantas destas pessoas, que na idade avançada não tem possibilidades de pagar estas residências, trabalharam no duro para que outros fizessem fortunas?
Eu trabalhei bastante ai no Alentejo quase sem salário. Quem beneficiava com isso? Os patrões que recebiam os lucros explorando quem trabalhava noite e dia.
Mas pronto a vida é assim mesmo. Fico muito satisfeita ao saber que o Alandroal possui esses equipamentos para apoiar quem já trabalhou e agora não o pode fazer. Quem sabe não vou ainda precisar desses serviços? Qualquer dia vou visitar o Alandroal.
Obrigada pela informação.
Maria M

Carlos Damas disse...

Os pobres morrem à fome e desprezados.

Anónimo disse...

Tanta má lingua e tanta ignorancia!!! Ficamos sem perceber se a culpa é da lingua ou se é da ignorancia!!!
Pelo que percebi, aquele espaço destina-se a todos, independentemente da sua condição social ou económica! O preço estava lá afixado e é de 950 euros! Se o utente conseguir uma vaga comparticipada tem a seu cargo 600 euros!se tiver uma pensão desse montante ou a sua pensão somada a uma comparticipação da sua familia, tem acesso a um equipamento de elevada qualidade que de outra forma lhe custaria valores muito superiores!!! Claro que muitos, mesmo assim não podem, como não puderam ao longo da vida ter condições que todos merecemos mas, não são aqueles que se esforçam para dar o melhor de si que têm culpa das necessidades de cada um! Fui á inauguração e aí fiquei a saber que o edificio principal, o lar "antigo" vai tambem entrar em obras de requalificação de modo a que as condições venham a melhorar significativamente, para todos! São obras na ordem do meio milhão de euros!! São boas noticias e não merecem faltas de consideração como as que alguns só sabem fazer!!! Depois dessas obras, todos os utentes ficarão com excelentes condições a preços impossíveis numa instituição privada! É bom, bem hajam aqueles que tanto têm feito para que seja possível!

Anónimo disse...

Ter aquelas condições, quarto individual muito bem mobilado com casa de banho privativa, espaçoso e excelentes áreas sociais por pouco mais de trinta euros por dia, é caro??? Se tiver uma pensão de trezentos euros e comparticipação da SS, a familia fica com o encargo de dez euros por dia!!! Claro que há familias que nem isso podem pagar mas, tambem há muitas que recusam as despesas com os seus idosos e não recusam toda a espécie de bujigangas para as suas crianças!!É uma questão de prioridades!! Certo certo, é que as coisas custam dinheiro e um idoso tem encargos significativos!!! Melhor mesmo seria o idoso estar em casa mas, muitos que acham as instituições caras, não assumem esse "incomodo"! Para aqueles que acham que merecem e precisam mas não querem ou não podem pagar, fica a questão: Quem deve pagar por ele? É muito complicado e o melhor conselho que posso dar aos mais novos é que vão pensando nisso enquanto podem, porque se tivermos a sorte de andar cá uns bons anos, vamos-nos confrontar com o problema!!! Pensem nisso, pois!!

Francisco Tata disse...

Não posso deixar de assinalar e congratular-me com o conteúdo e lucidez destes dois últimos comentários e felicitar os autores dos mesmos. É desesperante e torna-se doentio a m/ missão de me ver obrigado a ter que enviar tantos comentários para o "lixo", pela falta de conteúdo, por manifesta ignorância, por pura malvadez, má lingua,inveja e muita...muita maldade.
Foi um óasis num deserto de idéias.
Obrigado
Chico Manuel

Francisco Tata disse...

Senhor comentador das 09,24 que utiliza o pseudónimo de "Velho e pobre"
Não é o seu mau português nem a questão de se exprimir "bonitinho" que impede a colocação do seu comentário.
É o basear-se em o que outros afirmam, sem apresentar quaisquer provas,é o abordar questões sem ter quaisquer conhecimentos das mesmas, sugerir soluções sem ter a minima noção daquilo que fala, mas principalmente porque não tem a coragem de se assumir com a sua própria identidade.

Ficamos por aqi....

Anónimo disse...

Muito grata por toda a informação prestada neste espaço. Esta informação sobre o funcionamento desta residência para idosos é sempre útil, principalmente para quem vive fora, mas adora a sua terra e se interessa por receber noticias, que é o meu caso. É bom que estas instituições vão cobrindo o mais possível as necessidades da população idosa que tão mal tratada tem estado no nosso país.
Bem haja a todos os que se esforçam para que tudo isto seja uma realidade. Oxalá consigam dar apoio a todos os idosos que dele necessitem e que manifestem esse desejo.
Obrigada pela informação e pelo trabalho dos que para tal contribuem.
Maria M

Anónimo disse...

Parabens à actual direcção por ter resolvido um problema que se arrastava há anos.

Anónimo disse...

o problema para quem precisa continua o mesmo, se tens algum dinheirinho há um lugar com boas condições, mas se não tens dinheirinho não há lugar, nem com condições nem sem condições, está cheio.

Estas coisas tem que ser faladas e discutidas, não falo em denunciadas porque toda a gente sabe o que é verdade e o que são factos.

E por aqui me fico porque este meu comentário não é correcto e simpático.