terça-feira, 24 de maio de 2016

POLITICA LOCAL

          Direito à Opinião
Esta retórica politica da CDU é a habitual. Cansa bastante, alonga-se em demasia e acaba por dizer com variações mínimas quase sempre o mesmo.
Não parece, mas é antidemocratica na medida em que só ela ( a retórica da CDU...) é que é construtiva, é que faz o bem; e Tudo o que os outros fizeram foi apenas o mal- feito, porque não terá sido feito ao jeito da CDU.
Ora, como sabemos, o processo politico do Alandroal, o longo processo das dívidas da Câmara não se deve a um único Presidente, a um só Partido e à conjuntura social vivida pelo país.Externa e interna.
Ou até a uma única politica de desenvolvimento que,aliás, no tempo da CDU andou sempre atrasada e enredada em obras Infraestruturais. Quando se tratou, efectivamente, de modernizar a Vila e o Concelho e como já seria de esperar, a CDU, andou aos papeis. Sem iniciativa, sem inovação e, naquela altura, já sem uma grande parte da adesão eleitoral que julgavam que ainda tinham. Perderam como seria de esperar.Não vão ganhar sempre como será de prever e aguardar. O eleitorado sabe o que quer.Assim como sabe que a alternância do exercício do poder é a melhor e a mais sadia regra da democracia.
Por isso, se perderam a Câmara, e a (re)ganharam, podem como é normal virem tornar a perdê-la. Trata-se de viver e aceitar o processo democrático com alterações no poder, com normalidade... mas aceitando mudar o disco. Ou até, estes Vereadores, sem uma voz própria como está a ver-se e a acontecer.
Acrescenta-se que aquilo que não devia estar a acontecer, é este processo do FAM se arrastar, assembleia após assembleia.Do processo de reabilitação urbana andar a ser adiado para as calendas gregas.
Ou, do processo central da Democracia Participativa nunca ser posto em pratica.Isto para só mencionar alguns assuntos evidentíssimos. 
Portanto, não adianta nada agora ao debate democrático, a CDU, vir invocar e falar de "Facções politicas" porque isso apenas revela a própria incapacidade politica para as defrontar e, eventualmente, superar.
Tendo em vista criar dinâmicas novas que, à beira de 2017, não existem. Nem se vislumbram. 
Veja-se, a título de exemplo, os espectáculos culturais repetidos do Baião.
Repare-se na pobre encenação das Saias. Atente-se no episodio dos FORAIS onde falta o mais importante: chegarem às Escolas do Concelho.
Se falarmos no desenvolvimento económico do Concelho,então, o panorama ainda é mais desolador. Há mais emprego? Há mais Alqueva com Juromenha sempre muito perto? 
Em sintese, vamos dizer que «o tempo da retórica politica» ilude mas não resolve. E que a culpa das nossas próprias limitações não pode ser sempre desviada para os outros.
Ou será que a CDU está à espera que a Oposição não faça o seu papel próprio de estar contra a repetição de um certo passado conhecido.Sem grande alcance e sem grande futuro?
Saudações Democráticas.

António Neves Berbem

26 comentários:

Anónimo disse...

Ainda pensei em dizer algo mas ia estragar, parabéns pelo comentário.

Anónimo disse...

Do processo de reabilitação urbana andar a ser adiado para as calendas gregas.

ESSE ASSUNTO É POR DEMAIS VERGONHOSO, SABEMOS QUE NÃO HÁ DINHEIRO MAS FRANCAMENTE NÃO ALCATROAREM CAMINHOS QUE SERVEM DIARIAMENTE FAMÍLIAS COM APENAS 50 / 100 METROS É FALTA DE VONTADE E DE EMPENHO,

Anónimo disse...

Não sentem na pele porque não tem que passar por caminhos com lama ou cheios de pó com os seus carrinhos pessoais todos os dias, porque se assim fosse já tinham os ditos caminhos ou estradas sido intervencionados e colocado um piso digno que merece qualquer Munícipe deste Concelho.
Não me refiro a caminhos dentro de propriedades particulares e sabemos que ainda no passado recente foram alcatroadas no nosso Concelho estradas nessa situação, falo de caminhos que servem vários utentes diariamente e isso não é admissível nos dias de hoje, afinal não há dinheiro, mas continua a aparecer para tanta coisa supérflua como programas de arraial transmitidos na televisão, se não se gastassem em porcarias como essas e iguais se calhar as pessoas já tinham um caminho digno.

Boa tarde

Anónimo disse...

Tá a ver sr. doctor a estirpe de acompanhantes que se encontra ilustrada, para já, nestes piquenos comentários sobre ... caminhos e pimbalhadas (escrevem eles)?
E ainda agora a procissão vai no adro.
As ilegalidades, as irregularidades processuais, as influências, os compadrios, o desastre financeiro causado ao POVO e ás famílias do concelho, etc., etc. NÃO LHES INTERESSA comentar. Mas vão ter de o fazer.
Consigo ou, sem sigo.
Não vá por aí. Ou pretende agenciar?
O POVO NÃO É PARVO.
Vemos!!!, Ouvimos!!! e Lemos!!! não podemos ignorar (recorda-se quando assim traulitava na Garrett?)
Sabemos de tudo o que se passou, quem foram os agentes (directos e indirectos) e o clube a que pertencem (com camisolas diferentes mas com objectivos que não lembram ao diabo).
Mas, tranquilize-se ou, interrogue-se.
O POVO NÃO VAI TEMER.
VAI LUTAR até ás últimas consequências para que lhe não aconteçam mais DESGRAÇAS como as que, aqueles que com a mesma camisola que agora o sr. parece? vestir, durante 12 anos envergonharam o POVO do concelho e contribuíram gravemente para o atraso do seu desenvolvimento.
As políticas GOVERNAMENTAIS decididas durante a QUARENTENA - 1976/2016, alicerçadas no seu voto e no de muitos outros e que levaram à redução da população do concelho de 17 000 para os actuais cerca de 7 000 tem de ser discutidas, olhos nos olhos, publicamente.
No Alandroal e em todo o interior do País.

Alkantara







Anónimo disse...

Lendo o texto com alguma atenção...conclui! Talvez esteja aqui um condidato a Presidente da Câmara! Ou será apenas...um pouco de..."direito de opinião"? Nem sempre o que parece é...muitas vezes as vozes (criticas) são muitas e quando chega a hora da verdade as "nozes" (actos) não são nenhumas, porque outros valores se levantam.
Maria Mira

Anónimo disse...



"Sabemos de tudo o que se passou, quem foram os agentes (directos e indirectos) e o clube a que pertencem"

Sr. Alkantara

Do Povo sou EU e não estou nada interessado no "que se passou" e nem "quem foram os agentes (directos e indirectos)" e muito menos "o clube a que pertencem".
A Política não é futebol.
Como todos sabem, ou deviam saber, a Política tem a ver com coisas bem mais sérias, que por vezes afetam ou podem vir a afetar direta e de forma negativa as nossas vidas.
Assim, sem olhar a clubismos, que só terão razão de ser durante o tempo limitado às campanhas eleitorais, EU que sou Povo, entendo que qualquer Executivo Camarário está sujeito a críticas dos munícipes quando justas.
O Executivo, tem obrigação de dar solução atempada às causas justas.
É para isso que o Povo lhe entregou o Poder.
Para terminar asseguro, que matéria para justas críticas é o que menos falta.
Por enquanto há é um défice de críticos, por enquanto…
Vamos lá ver até quando.

De: Um Crítico em standby.

Anónimo disse...

"Tá a ver sr. doctor a estirpe de acompanhantes que se encontra ilustrada, para já, nestes piquenos comentários sobre ... caminhos e pimbalhadas (escrevem eles)?"


É sem duvida o seu comentário tudo menos piqueno no tamanho, é ao contrário longo, da estirpe chata e confusa, tendenciosamente, feio.
Pelos vistos não o incomoda as pimbalhadas porque são fomentadas pelos seus e possivelmente fazem o seu género, e também não o incomoda os maus caminhos, por decerto não passa por esse tormento todos os dias, lá faz o comentador jus ao ditado " com os problemas dos outros posso eu bem" até parece que vivemos num Concelho onde existe uma qualquer ditadura que tenta impedir o direito às pessoas de reclamarem pelos seus direitos.

Com todo o respeito, se há por aqui comentário bem piqueno é o seu.

Perdeu uma boa ocasião para ter ficado caladinho.


25 de Abril Sempre, mas com outras gentes.

Anónimo disse...

As ilegalidades, as irregularidades processuais, as influências, os compadrios


ESTÁ O COMENTADOR DE 24 maio, 2016 23:57 A REFERIR-SE TAMBÉM AO CASO SOBEJAMENTE CONHECIDO DE UM MUNÍCIPE QUE, FOI UM ILUSTRE E CONCEITUADO DIRIGENTE PARTIDÁRIO E QUE AFINAL DE CONTAS TEVE ANOS E ANOS SEM PAGAR UMA GOTA DE AGUA À AUTARQUIA ATÉ QUE A DITA FOSSE PARA CONTENCIOSO, E NÃO FOI POUCA, POIS TRATAVA-SE DE UMA PROPRIEDADE COM SISTEMA DE REGA, CRIAÇÃO DE ANIMAIS, GRANDE PISCINA, E POR AÍ FORA.
É QUE O CASO TAMBÉM FOI DE ILEGALIDADE, DE IRREGULARIDADE PROCESSUAL, E TAMBÉM TEVE APOIO, INFLUENCIAS E COMPADRIOS DE OUTRAS PESSOAS DIFERENTES DAS QUE REFERE.

É POR ACASO MENTIRA CARO COMENTADOR?

UM BOM DIA

Anónimo disse...



OBS.


Ao Comentador das 23.57


Dou-lhe a minha palavra de honra que, se o Comentário viesse

identificado, lhe daria uma resposta educada e correcta mas também

ajustada aquilo que obrou e, onde depois imediatamente se afogou.

Como não foi o caso, e para não estarmos a perder mais

tempo, resta-nos esperar que lhe sobre esse tempo para praticar a

higiene necessária de dia,à tarde ou a noite no recato das suas

necessidades intímas e defecais.


Cumprimentos


Antonio Neves Berbem

Anónimo disse...


É muito conveniente interessarmo-nos por Meteorologia, para que, diariamente, possamos mudar de camisola, de acordo com as previsões do tempo; Em tudo semelhante ao mister J J (Jorge Judas).

Anónimo disse...

Este filtro dos comentários dá a entender que só comentários mais contundentes é que passam.
Enviei um comentário moderado na linguagem não passou.
Lá no almoço dos chícharos vou puxar-lhe as orelhas.
Ai vou vou.

Francisco Tata disse...

Puxe...puxe! Mas não aleije.

Anónimo disse...

Que grande comentário de 25 maio, 2016 12:37, diz apenas a verdade, nem piam e se piam mais se enterram.
Todos temos telhados de vidro, não vão por aí, tratem de arranjar os caminhos ás pessoas de forma definitiva e sem truques, tratem de dar um fornecimento de água digno a todos os Munícipes e deixem-se de lamúrias e desculpas da treta.

Anónimo disse...

"Todos temos telhados de vidro, não vão por aí, tratem de arranjar os caminhos ás pessoas de forma definitiva e sem truques"


é isso mesmo, ainda hoje num almoço de amigos em Santiago Maior se comentou a vergonha de andarem ás voltas com a já famosa estrada do campo de tiro que nunca fica arranjada de vez, andam de facto a brincar com as pessoas, brincaram durante 4 anos de mandato do anterior executivo e continua a brincadeira nos quase 3 anos do executivo actual.
São as obras de S. Engrácia, já gastaram mais nestas intervenções constantes do que gastariam em arranjar de vez alcatroando a estrada.

Uma vergonha Sra Presidente.

Anónimo disse...


Mais uma vez estou totalmente de acordo com o Comentário da D. Maria Mira,
não só pelo CONTEÚDO, como pela EDUCAÇÃO que o mesmo emana !...

Acrescento ainda que outros Profissionais aqui seriam muito úteis, tais como:

- Nadador salvador;

- Médico (Gastro)

- Médico (Psicólogo)

- Professor (com doutoramento) em ETIQUETA E BOAS-MANEIRAS, contratado para
todo o ano lectivo.


Enfim..., NÃO SE PODE DAR AQUILO QUE SE NÃO TEM... O VERNIZ ACABA SEMPRE POR ESTALAR.


Anónimo disse...

Caro comentador de 25 de Maio das 23.35, sei do que fala, conheço bem o caminho pois compro com alguma reguaridade alguns borregos ao tio Rogério que é uma das pessoas que ali vive e juntamente com a familia é utente diário do dito caminho.
Ao que diz o tio Rogério ele e os vizinhos já fizeram um pedido por escrito ao Município para o caso ir a reunião de Camara, coisa que ainda não aconteceu, ao contrario de pedidos idênticos que tiveram de imediato essa honra.
Em meu entender sobre um assunto que na verdade não me diz respeito, pois vivo em Santiago Maior numa rua que foi intervencionada a nivel de condutas de água e foi alcatroada de novo, um bom serviço, na verdade não me posso queixar e sim dar os parabens pelo bom trabalho,mas dizia eu que me parece que não arranjam com alcatrão o pequeno troço de estrada pretendido pelo tio Rogério e restantes vizinhos, por questões políticas, é que mora ali uma pessoa que o anterior executivo e em especial o anterior presidente não gosta nem com molho de tomate, e estranhamente ao que parece e se comenta por ali este executivo vai na mesma linha, ou seja, enquanto não for por ventura para ali morar alguém que este executivo ache importante aquilo nunca vai ser arranjado, nem que fossem só 2 metros de estrada.

E assim continua o nosso Concelho, uns tem e outros não e quem pode manda.

Anónimo disse...

OPOSICIONISTAS QUE DEPENDEM DO FRACASSO ALHEIO "NÃO MERECEM APREÇO"

António Costa - Primeiro Ministro

Anónimo disse...

Tem que escrever mais vezes caro Berbem, excelente o seu comentário a todos os níveis o problema é que para alem da azia também causa decerto uns ataques de coração e lá se vai alguém.
Acusaram o toque e que de maneira.

Carlos Manuel

Anónimo disse...


E quem será que vai ter o ataque de coração? Saberão responder?

As questões de saúde são muito sérias e imprevisíveis, e como tal, não se devia brincar com elas. Lamentável e nada digno este comentário...

Alguém já parou para pensar quantos dias, horas, minutos, segundos de VIDA lhe podem podem restar?

Ontem de manhã falei com um Grande Amigo que estava de excelente saúde e vou
agora para a Capela para o seu velório...

"NÃO TE RIAS DO TEU VIZINHO QUE O TEU MAL VEM A CAMINHO"

Repito: LAMENTÁVEL E DE BAIXO NÍVEL ESTE COMENTÁRIO.




Anónimo disse...

E quem será que vai ter o ataque de coração? Saberão responder?


Eu respondo caro amigo, alguém a quem os comentários assertivos e bem escritos do Sr. Berbem põe os cabelos em pé.E pelo que se vê há muitos nesse estado de perigo.

Há cada um.

Anónimo disse...


Está redondamente enganado com a origem destes comentários.

Não perco tempo com politiquisses nem lhe dou qualquer importância, pode crer.
Faz-me é imensa confusão a maldade, a frieza, e a irracionalidade com que tratam o tema doenças, e até a morte... Possívelmente estou fora de "moda", não tive essa educação, nem sinto assim, nem tenho esse "íntimo" de desejar esse tipo de coisas TÃO CRUEIS SEJA A QUEM FOR.

Quanto ao "caro amigo", também não aplico a qualquer um, são da exclusividade de TODOS OS MEUS AMIGOS, que felizmente me posso gabar de ter, e dos BONS. Ontem "partiu" UM, e como tal, estou demasiado frágil e triste
para prosseguir esta conversa, que já verifiquei ser uma perda de tempo.

Boa tarde e SAÚDE

Anónimo disse...

E tudo isto por que desta vez e de forma contundente o caro Berbem acordou para a vida, força Berbem, não lhes dê tréguas. Uma admiradora.

Anónimo disse...


Comentário de 24/5 das 23:57:

"Vemos!!!, Ouvimos e Lemos!!! não podemos ignorar (recorda-se quando assim traulitava na Garret?)"

E agora digo eu: traulitou-se pessimamente noutras zonas de Lisboa..., chegou quase á "traulitada"... Como espectador, só tenho pena que a "cena" não tivesse sido concluida, pois se assim tivesse acontecido, EU TERIA APLAUDIDO, sr. Berbem!



Comentário de 27/5 - 16:21:

"... do Sr Berbem põe os cabelos em pé. E pelo que se vê há muitos nesse estado de perigo." Bom, há ainda quem possa ficar com a Careca ao Sol, e então será um verdadeiro concurso de penteados.

E agora do Vitorino, a última parte da letra da" LEITARIA GARRETT"

Assim mesmo é que é!
(Diz o progresso)
Chá com torradas,João,
Prà onde é que eu vou,
Já fui, mas já não sou (...)
Linda mocidade, foi-se o Sol embora,
Fica-me a Saudade...




Anónimo disse...

E agora do Vitorino, a última parte da letra da" LEITARIA GARRETT"

Assim mesmo é que é!
(Diz o progresso)
Chá com torradas,João,
Prà onde é que eu vou,
Já fui, mas já não sou (...)
Linda mocidade, foi-se o Sol embora,
Fica-me a Saudade...



28 maio, 2016 16:54


Gosta muito do Vitorino, deve ser dos muitos admiradores que há aqui no Alandroal, mas trazerem o homem a cantar está quieto, só serviu para vir de borla ajudar certa força politica.
Deve ser decerto o comentador um dos tais admiradores de conveniência.

Careca ao sol deve ter de facto o amigo e é tal a insolação que já não diz coisa com coisa.

Bom domingo.

Anónimo disse...

"Tá a ver sr. doctor a estirpe de acompanhantes que se encontra ilustrada, para já, nestes piquenos comentários sobre ... caminhos e pimbalhadas (escrevem eles)?"


Tá ver caro comentador como são as coisas, ainda agora ao sairmos do campo de tiro, vinha uma moradora no sentido inverso e como só cabe um carro de cada vez um colega nosso teve que travar a Sra. também e embora viessem devagar como aquilo é terra e está agora seca e parece manteiga, lá bateram de frente. Não foi grave mas o suficiente para fazer estragos nos para choques e em faróis.
As pessoas cordialmente lá perceberam que a culpa naquela situação não foi de nenhum dos condutores mas do estado do caminho que de vês enquanto cria ali umas situações.
E agora vão acartar cada um com o seu prejuízo e o amigo ainda diz que são comentários piquenos.
Deviam era ir ter com a sra presidente, e fazer barulho, mas o povo é sereno e vão os políticos fazendo o que querem e lhes apetece.
Os problemas dos outros não nos incomodam é esta a mentalidade desta gente, como é o seu caso caro comentador e pelos vistos deste executivo.

Anónimo disse...

Não falem com a Presidente, o Vereador do pelouro é que pode resolver a coisa de vez.
Vão por mim.