quinta-feira, 25 de fevereiro de 2016

DIREITO à OPINIÃO - A.N.B.

i)                    Façamos uma pausa nos orelhudos, começando por dizer que é bastante positivo que aconteça mais esta “Mostra Gastronómica do Peixe do Rio” no Alandroal projectando, de algum modo, o nome da Vila e do Concelho no país. 
Vai na sétima edição, o que demonstra que “esta Mostra” já criou algum lastro festivo e, julgo mesmo, que será para manter numa terra onde a animação cultural continua sem conseguir encontrar a cadência, a inovação e a qualidade necessária.


Dito isto, vamos ainda acrescentar que se esta Festa não tem, na sua programação, o acordo de toda a gente também é certo que não podia nem devia ter o desacordo da maioria.
Designadamente quanto à marcação do seu dia final. Quer isto dizer que a vinda do “Portugal em Festa” acontece no fim… e não no princípio da Mostra. Como, aliás, os comentadores já se encarregaram de o demonstrar. O facto é incontornável e este erro estratégico jamais devia repetir-se. Muito menos em dois anos seguidos.

ii)
 Quanto à programação dos eventos que acompanham a Mostra Gastronómica, parece-nos, à primeira vista, um tanto excessiva.
Ou seja, se a Mostra pretende ser «uma marca forte» do Concelho não se deve sobrecarregar a dita programação com eventos laterais e menores que só servem para desviar a atenção sobre o essencial: “o peixe de um rio chamado Guadiana, celebrado no Alandroal”. O maior do Alentejo, o terceiro de Portugal.


Assim discordamos que os eventos da Mostra se espraiem e se dispersem por 4 dias e por dois fins de semana seguidos; discordamos que o centro da Mostra acabe por ser a presença do “Portugal em Festa”. E, claro está, dispensamos “o aparato comercial” que acompanha o canal do João Baião.
“Baiões em Portugal” é o que há de mais (na Sic, na TVI, na RTP) pelo que escusam de estar a dizer que não custa nada… ou custa pouco porque nem uma coisa nem outra andam perto da verdade. Como toda a gente sabe e já percebeu!
Tudo tem um custo próprio e o que era realmente importante (exemplar e democrático) era saber quanto custou “o Baião em 2015 e quanto vai custar, agora, em 2016”. Se é que “o pimbalhismo” não veio para ficar… porque, aparentemente, até parece que vai render mais uns tantos votos fáceis daqui por um ano e meio. Mais coisa menos coisa.
Penso mesmo que é oportuno deixar aqui uma outra questão: parte do dinheiro que está a ser gasto “com o Baião”, não podia e devia ser investido na revalorização da Festa de Setembro que anda, ano após ano, a dar mostras de desaparecer e a perder a dinâmica festiva de reencontro dos alandroalenses que já teve e perdeu?...
iii)
      Como acima dissemos, não deixamos de apoiar esta “Mostra Gastronómica”. Assim como reparámos, com particular atenção, num dos eventos poéticos que a acompanha. Afinal, a poesia fica sempre bem onde estiverem alentejanos e uns copos de bom tinto a regá-la.
Digamos que, neste ponto, “a Mostra do Peixe do Rio” se cumpre, cumprindo-nos. Contudo, mais uma vez, o lembramos no Al tejo, o que seria também desejável era que o nosso Grupo de Teatro Independente, fosse associado à Mostra marcando a sua presença cultural no dia em que um canal de televisão desce à Vila, apontando às altas muralhas do nosso Castelo.
Se bem que as relações entre o grupo e a Câmara possam não estar em bom plano, seria ou não importante o envolvimento do maior número de pessoas e actores locais possível? Aqui fica a pergunta. 


Por fim, interrogo-me se não seria esta uma boa oportunidade dos restaurantes locais se associarem à Festa, divulgando e praticando preços mais convidativos para os que por cá aparecerem durante a semana da Mostra Gastronómica?

Saudações democráticas
 António Neves Berbem
  ( 25/Fevereiro/2016)

   

14 comentários:

Anónimo disse...

"o que seria também desejável era que o nosso Grupo de Teatro Independente, fosse associado à Mostra marcando a sua presença cultural no dia em que um canal de televisão desce à Vila, apontando às altas muralhas do nosso Castelo."


Deve o amigo andar distraído ou então não vê televisão e muito menos o tipo de programa que vamos ter de novo, e faz bem.

Se no Alandroal existi-se um cantor pimba com bailarinas a dar ao rabo, até podia ser que o dito pudesse ter cabimento no programa e passar uma canção inteira, tudo o resto que não seja de forma assumida PIMBA não tem a ver com o programa e como tal não passa e se passa é por favor e pouco.
Vamos ver quanto tempo de antena vai ter a nossa banda e os cantadores uma vez que o Cante está na moda.

Tome nota do tempo de antena que as coisas da terra vão ter e depois falamos, tem é toda a gente memória curta, o ano passado foi uma vergonha o tempo de antena que deram à mostra e ao Alandroal.Vamos a ver este ano, para mim vai ser mais do mesmo, vem promover cantores pimbas para as festas de verão mais uma vez à custa do Município do Alandroal.

Anónimo disse...

li numa rubrica atrás um comentário que me fez pensar.
Na verdade nestas coisas se não houver da Parte dos Municípios que contratam estes programas alguém com conhecimento para exigir e negociar contrapartidas, tipo tempo de antena para as várias árias que queremos divulgar, as televisões apenas divulgam o que para elas tem interesse e só durante o tempo que lhes dá jeito que normalmente é o menos possível.
O ano passado foi de facto uma vergonha, quase que nem deixaram falar a presidente, foi tudo a correr e sem qualquer nexo.
Relembrou e bem o comentador que já tivemos por cá uma vinda de televisão onde as coisas foram coordenadas e previamente combinadas por quem sabia e houve de facto tempo de antena e destaque para a Vila e para o seu património, restauração , cultura, o Alandroal teve de facto tempo de antena, os Cantadores cantaram 2 ou 3 modas inteiras, a banda a mesma coisa.
Mas isso aconteceu porque como todos sabem tinha o município como colaborador quem sabia da coisa, agora assim vamos de novo ser enganados, toda a gente se curva perante os Senhores da televisão.


Vou filmar, rever e comentar.

Anónimo disse...

Não nem todos se curvam, no ano que passou comeram e beberam do melhor e ainda levaram para casa, este ano da minha parte chupem no dedo ou aparecem com o meu produto na televisão ou não papam nada , eu cá já estou a negociar a menina da produção.

eu cá aprendi

Anónimo disse...

Não nem todos se curvam, no ano que passou comeram e beberam do melhor e ainda levaram para casa, este ano da minha parte chupem no dedo ou aparecem com o meu produto na televisão ou não papam nada , eu cá já estou a negociar a menina da produção.

eu cá aprendi

26 fevereiro, 2016 16:15


Aprendeu, mas fica mal ao Município que como organizador deveria ter a responsabilidade de saber o que faz e saber defender os interesses de quem patrocina e que tem que ter algum retorno.

Afinal de contas o evento é do MUNICÍPIO DO ALANDROAL e como tal o mesmo é que tem que saber negociar com a menina ou o menino da produção .

Anónimo disse...

Aprendeste e bem! Assim é que é! Se toda a gente abrisse a pestana a treta de que estes programas são de borla ia por água abaixo, e já que a responsabilidade do programa é do município, eles que paguem porque brilhar à conta do que os outros oferecem é muito feio.....pelo menos que haja retorno garantido de quem oferece as coisas. Não vou oferecer doze chouriços se depois não me fazem publicidade ao produto. Não vou atribuir as culpas ao programa de televisão, mas sim à incompetência do município em organizar as coisas pois fartamos de oferecer e depois não se vê nada em troca.

Anónimo disse...

Desde o ortogante do texto até aos comentadores será que nada está bem? deixo a pergunta...

Anónimo disse...

"Não vou atribuir as culpas ao programa de televisão, mas sim à incompetência do município em organizar as coisas"
26 fevereiro, 2016 22:38

CAROS AMIGOS E AMIGAS, O PROBLEMA DESTE EXECUTIVO E POR TABELA DE TODO O CONCELHO É SIMPLESMENTE O QUE O COMENTADOR CITA.

DEVIAM ESTAR QUIETOS E NÃO FAZEREM NADA DE NADA , TODOS GANHAVAM, PORQUE É POR DEMAIS EVIDENTE QUE NÃO FAZEM NADA BEM FEITO, É TUDO PERCA DE TEMPO E DE DINHEIRO.

NÃO ESTOU A SER MÁ LÍNGUA, ESTOU APENAS A BASEAR-ME EM FACTOS DE QUASE TRÊS ANOS DE GOVERNAÇÃO, SE NÃO É DO.. É DAS CALÇAS, FALHAM SEMPRE EM ALGUMA COISA.

TIVEMOS POR UMA SÓ PESSOA QUE SABIA DA PODA E TRATAR DE TODOS ESTES ASSUNTOS COM PROFISSIONALISMO, CHEGOU E MOSTROU TRABALHO PORQUE O SABIA EXECUTAR, DEPOIS DISSO VEIO O NUNCA VISTO QUE FOI A DESGRAÇA QUE SE VIU E QUE AINDA HOJE TEM CONTINUIDADE E É A DESGRAÇA QUE SE VÊ.

NÃO TEM MESMO JEITO PARA ESTAS COISAS, BEM TENTAM,MAS CADA MACACO NO SEU GALHO.

PEDRO MARIA





Anónimo disse...

Anónimo Anónimo disse...
Desde o ortogante do texto até aos comentadores será que nada está bem? deixo a pergunta...

27 fevereiro, 2016 02:30

Caro comentador ou comentadora, eu até entendo a sua pergunta e gostaria de lhe dizer que tem alguma razão, e confesso que é com tristeza que vejo que o seu comentário está deslocado e muito só neste debate, até parece que é o único sobrevivente a remar contra a corrente, com toda a sinceridade fico comovido.

Mas se vive neste Concelho sabe o que este executivo tem feito nesta ária de organizar , cultura, eventos, e tem visto como todas as outras pessoas o que se tem passado, na verdade não acertam um tiro, e já se foram os dedos todos dos pés.

Lá diz o ditado que contra factos não há argumentos, que mais lhe posso dizer caro ou cara comentadora? Não quer decerto que se diga que está bem o que na verdade não está, isso era no tempo dos outros, quer que voltemos ao mesmo?????????

Anónimo disse...

A ser verdade que anda gente que não pertence ao Município a TENTAR falar directamente com a produção do programa, coisa que não vai ter resultados, pois do lado de lá seja um programa pimba ou não, há de certo gente profissional que não vai nesses barcos.
Mas embora essas tentativas não resultem em nada, fica a imagem do que o Alandroal é neste momento.

Anónimo disse...

esta conversa até já enjoa.
ó chico é tanta a tristeza do alandroal que tu para pores alguns comentários tens que por o que aí te chega. o alandroal tem o que merece! desde 2001 que só elegem pessoas que não estão à altura dos cargos e o resultado é este. e então agora querem o quê?

Anónimo disse...

Mas embora essas tentativas não resultem em nada, fica a imagem do que o Alandroal é neste momento.

27 fevereiro, 2016 15:15

UM BARCO SEM RUMO E DESGOVERNADO ONDE CADA UM PUXA A BRASA À SUA SARDINHA, E ONDE NÃO HÁ DE TODO LIDERANÇA DE QUEM DEVIA, UM BARCO A IR A CADA DIA QUE PASSA MAIS PARA O FUNDO.

VELHO DA PRAÇA

Francisco Tata disse...

Caro amigo das 12,28:
Se eu colocasse todos os comentários que por aqui aparecem...havia de ser o bom e o bonito!... Em 10 pelo menos 8 vão p´ró lixo.
E muitos deles embora reconheça que a razão lhes assiste, tenho que "subtrair certas partes" que enveredam pela ofensa .

Anónimo disse...

sabe sr. Francisco o seu blog é um dos meios mais eficaz e rápido de chegar até ao executivo , assim estes ficam a saber a opinião da população é também a maneira de sabermos o que se passa, através deste meio podemos fazer AINDA alguma coisa por o nosso concelho

OBRIGADO PELO BLOG EXISTIR

Anónimo disse...

Mas está deslocado o meu comentário porquê? Não é verdade o que estou a dizer, não está toda a gente a dizer mal? Desde o autor do texto aos comentários? Estou a dizer alguma mentira. É certo e sabido que a politica (principalmente a local) para se fazer oposição é o bota abaixo em que a desinformação é a principal arma cada um defende o seu candidato sem olhar a meios para atingir fins. Mas alguém acredita que quem aqui escreve na sua plena consciência considera que a mostra está assim tão mal organida!!! Nah!
Bom dia