quinta-feira, 10 de setembro de 2015

DIREITO DE OPINIÃO

Se bem que a Festa de Setembro, ainda assim, continue a exigir o esforço e o empenho de umas tantas associações locais e de uns tantos dedicados conterrâneos, não podemos deixar de estar de acordo com a analise aqui apresentada pelo Administrador do Al tejo relativamente à Festa deste ano. 
Pobre demais para poder ser vista como a nossa Festa com um passado digno e antigo e uma certa marca e identidade histórica muito própria.
Com efeito, a Festa de Setembro, vem perdendo, de uma forma acelerada, sobretudo nestes dois últimos anos, algumas das suas características principais que a tornavam diferente. Até pelo belo enquadramento arquitectónico original proporcionado pela nossa Vila. 
Nas suas componentes principais, a Festa de Setembro, perdeu bastante vitalidade. Perdeu animação.Perdeu arte. E perdeu-se parte da imagem cultural que a ia marcando. Começou, portanto, também a perder o seu sortilégio e até, digamos, parte da sua razão profunda de ser.
Como se tudo isso não bastasse, a Festa de Setembro, perdeu Visitantes e perdeu gente. Muita gente mesmo. Do Castelo à Praça nem parecia que eram dias de Festa. Nem sequer os seus habitantes, dos mais velhos aos mais novos, parecem ter aderido à Festa deste ano,2015,dando assim sinais evidentes de recusar a sua programação.
Assim sendo apenas queremos deixar aqui dito que, para o ano que vem, muitas coisas haverá que alterar e mudar para que a nossa Festa torne a ganhar a imagem feliz de atracção e de reencontro(s) entre alandroalenses que sempre foi conseguindo avivar e manter. 
A começar pela Organização, passando pela parte religiosa e pela parte cultural e lúdica da decoração da Vila, demais Animação e restantes envolventes musicais. 
Com as ruas da parte de baixo da Vila quase todas às escuras torna-se risível o uso de tantas luzinhas apenas a partir do Caminho da Fonte. 
Então, a Festa da nossa Vila, não deveria ser um todo?
Não é apenas despejando algum dinheiro que se fazem ricas festas. Não era a nossa tradição. Não tem de ser esse o futuro imediato da nossa Festa de Setembro.
Isto numa Vila cujo passado é secular e conta muito não devendo ser ignorado pelos que, no presente, andam a tratar-nos do nosso próximo futuro. 
A não ser assim, a Festa de Setembro, começa mais ano menos ano a correr o risco de não vir a realizar-se. Ou de acabar numa completa rotina e desmotivação local. 
Sem alma, sem graça,sem gente e sem vida!

Melhores saudações

ANB  - 10/09/2015

30 comentários:

Anónimo disse...

"Com efeito, a Festa de Setembro, vem perdendo, de uma forma acelerada, sobretudo nestes dois últimos anos, algumas das suas características principais que a tornavam diferente. Até pelo belo enquadramento arquitectónico original proporcionado pela nossa Vila.

Concordo com tudo o que diz caro comentador menos com a sua citação que aqui coloco."

Vamos lá a ser sinceros e recuar no tempo de forma correcta e sem tendências politicas ou outras.

A verdade caro comentador é que a nossa festa vem perdendo de forma acelerada desde há seis anos, assim é que é analisar com verdade, muitos não gostarão, mas contra factos não há argumentos.

Boa tarde...

Anónimo disse...



OBS.


Caro Comentador (das 18.13)

Agradeço a leitura atenta que fez desta minha intervenção escrita sobre a Festa de Setembro deste ano.

O que importa, é que estamos substancialmente de acordo na medida
em que, aquilo que ambos certamente queremos, é que a Festa do
próximo ano seja bastante diferente e melhor do que foi este ano.

Quanto "à diferença temporal" que aponta será sobretudo e apenas
uma questão de natureza cronológica dado que a Festa deve ter
menos a ver com quem agora as faz ou, em tempos, já as fez.
E mais para quem e como são (ou deviam) ser feitas. Por exemplo,
com maior engenho, custos adequados e uma apelativa criatividade
cultural.

Melhores cumprimentos

Antonio Neves Berbem

Anónimo disse...

De facto a qualidade decrescente começou com a cultura nunca vista e coseguida no Alandroal, começou com os Anjos, uns pimbas com qualidade, mas começou aí o mote e o caminho para o que se viu nestas festas de 2015.

E por aqui me fico.

Anónimo disse...

Tão pouco sobre nada!!!!!!!

Comente-se a recente notícia, que tem TUDO A VER com o imediato futuro desta ENORME região ABANDONADA .... « nem com incentivos financeiros os médicos querem vir para o interior (sic) »

Comentemos ainda assim estas questionáveis realidades interiores E OS PORQUÊS do status quo.

Haja CAPACIDADES e VONTADES TRANSPARENTES



Anónimo disse...

Caro comentador de 10 setmbro 23,49, caso não saiba há mais gente com televisões em casa e gente que lê jornais e que está informada tanto, ou mais que o amigo ou amiga.
O assunto que aqui está a ser debatido é a FESTA, OU AS FESTAS DO ALANDROAL, como tal o seu comentário é descabido e totalmente fora de contexto, é caso para dizer, vá pregar para outra freguesia.

Cumprimentos.

Voltando ao assunto, as festas.
Li no programa da CDU que a festa da juventude é para ter data diferenciada da festa de setembro, o que acho muito bem porque aquele dois em um não está com nada.
Não se entende é que conste a medida no programa que este executivo apresentou e já lá vão dois anos e está tudo na mesma.
Querem ver que a culpa também é de alguém e não deste executivo que pelo que se vê não cumpre as suas promessas.

Aconselho a Sra Presidente e os Senhores Vereadores a relerem e lembrarem o que prometeram fazer e comessem a dar corda aos pedais, pois por este andar acabam o mandato sem fazerem praticamente nada do que foi prometido ás pessoas.
Ente muitas coisas chama-se a isso um embuste.







Anónimo disse...

Não concordo, de modo nenhum, com a festa da Juventude em calendário diferente da festa de N. S. da Conceição. a terra é pequena e a malta não é muita. Acho que o senhor que escreveu este artigo não foi dia nenhum a dentro do castelo a partir da 1 da manhã, aí sim, havia festa, havia gente, havia vida; quer se goste quer não, as coisas mudam, algumas continuam, mas outras mudam, é assim, não tem mal nenhum.

Anónimo disse...

Esta coisa das festas ainda mexe, para alguns...
Para mim não me diz nada, as dificuldades por que estou passando - acredito que existam muitos mais na mesma situação - impedem-me de assistir a festas, embora compreenda que isso seria um direito que nos assiste. Porém o buraco onde os políticos de meia tigela me meteram fez-me perder a vontade de assistir a festas.
Porra, sinto-me revoltado por não vislumbrar uma saída digna para mim e tantos outros que como eu nada contribuíram para a desgraça em que nos meteram.

Anónimo disse...

Boa tarde,
Gostaria de perguntar tanto ao Sr A.Berbem como ao Sr Francisco se ficaram até ao fim das ditas festas em honra da nossa padroeira.
Se assistiram a representação do grupo de teatro que pela primeira em muitos anos não terminou só com a habitual garraiada nocturna, que por muita gente não ponha lá os pés.
E foi o que aconteceu casa cheia, encheu o fórum de Alandroal com um grande espectaculo de revista a portuguesa, houve pessoas a voltar para casa porque já não tinham lugar.
Deviam ter mais atenção e falar daquilo que aconteceu na realidade dar mais apoio aqueles que fazem mais pelo Alandroal.




Anónimo disse...

Sobre o comentário de 12 setembro, 2015 12:23...

Ainda há quem esteja sóbrio!

Francisco Tata disse...

Me caro
No que me diz respeito posso informá-lo que não estive presente na 2ª feira de festa. E já agora, permita-me dizer-lhe que tive o cuidado de escrever « salvaguardando as atrações da terra». De qualquer forma e que eu saiba o teatro a que se refere NÃO ESTAVA INCLUÍDO NA PROGRAMAÇÃO DA FESTA, pelo menos nos programas que me chegaram ás mãos.
Talvez fosse um motivo para, (e congratulo-me com isso), o Forum estivesse super lotado.
Mais, se teve o cuidado de ler o que eu escrevi, apenas me baseei em TRES permissas - ORGANIZAçÃO - LOGISTICA - E PARTE RELIGIOSA - tendo o cuidado de inclusivé afirmar que as atrações cada qual gosta do que gosta e ninguem tem nada com isso, acrescentando que não tenho conhecimentos suficientes para me pronunciar sobre tais questões.

Felicito todos os Alandroalenses, que muitas vezes remando contra ventos e marés ainda sentem vontade de fazer algo de novo em prol do bem estar,e da cultura da nossa terra.

Chico Manuel

Anónimo disse...

não foi dia nenhum a dentro do castelo a partir da 1 da manhã, aí sim, havia festa, havia gente, havia vida;

HAVIA VIDA MAIS OU MENOS, NÃO SE ESTIQUE PORQUE NÃO ESTAVA ASSIM TANTA GENTE.
MAS TEM RAZÃO, É QUE A MALTA DAS DISCOTECAS NÃO TIVERAM UM DJ FAMOSO MAS TAMBÉM HOJE EM DIA A DIFERENÇA ENTRE OS DJS FAMOSOS E OS OUTROS É SÓ MESMO NOME E O PREÇO, ACABAM POR IR BUSCAR AS MUSICAS AOS MESMOS SÍTIOS, POR ISSO A MALTA NOVA TEVE AQUI O MESMO QUE TEM NUMA QUALQUER FESTA COM DJS EM QUALQUER PARTE DO PAÍS, HAVERÁ POR CERTO MELHORES DISCOTECAS E HAVERÁ PIORES, O FUNDAMENTAL ESTAVA LÁ, SOM, LUZ E BARES.

JÁ AS PESSOAS QUE NÃO GOSTAM DE DISCOTECAS INDEPENDENTEMENTE DAS IDADES, TIVERAM UM PROGRAMA DO MAIS BAIXO NÍVEL E NA VERDADE MUITA GENTE DO ALANDROAL E DE CERTO DO CONCELHO, NÃO SAÍRAM DE SUAS CASAS PARA VER PORCARIAS QUE NINGUÉM CONHECE DE LADO NENHUM, E GENTE DE FORA NEM SE FALA, QUEM É QUE VEM AO ALANDROAL VER MMMMMMMMMM.
SÓ OS ACOMPANHANTES DOS "ARTISTAS" E DO EMPRESÁRIO OU EMPRESÁRIOS QUE OS VENDERAM.

DIZ O COMENTADOR " quer se goste quer não, as coisas mudam, algumas continuam, mas outras mudam, é assim, não tem mal nenhum. "

NÃO TENHO NADA CONTRA MUDANÇAS, MAS AQUI O QUE MUDOU FOI O AGRAVAR ANO A ANO A QUALIDADE DOS ARTISTAS QUE VEM ÁS NOSSAS FESTAS, NÃO FORAM AS PESSOAS QUE MUDARAM DE GOSTO. ATÉ PARECE QUE JÁ NINGUÉM GOSTA DE MUSICA QUE NÃO SEJA DE DISCOTECA.
SÓ SE FOR NO ALANDROAL, COISA QUE NÃO ACREDITO.
MAS SE O AMIGO ACHA QUE TUDO MUDOU FAÇAM AS FESTAS SÓ COM DISCOTECAS, ATÉ SE PODE POR UM DJ COM ALTO SOM NUMA CAMIONETA E FAZEMOS A PROCISSÃO AO SOM DE DISCOTECA, PORQUE NÃO?????

TRAGAM LÁ UM JORGE PALMA, UM QUIM BARREIROS, UM ANTÓNIO ZAMBUJO, UMA ANA MOURA, BOSS AC, DAMA, HMB, OU ATÉ MESMO CANTORES MAIS VELHOS COMO UM VITORINO UM PAULO DE CARVALHO UM CARLOS DO CARMO, UNS GNR OU UM PEDRO ABRUNHOSA OU UNS PIMBAS QUE TEM VOZ E SABEM CANTAR, COMO UM MARCO PAULO OU UM TOY E LOGO VÊ SE NÃO FICA A PRAÇA CHEIA E A TRANSBORDAR PARA AS RUAS ENVOLVENTE.
TRAGAM LÁ ALGUÉM ASSIM E DEPOIS LOGO VÊ SE TEM MAIS GENTE NA PRAÇA A ASSISTIR AO ESPECTÁCULO OU NA DISCOTECA, LOGO VÊ SE DE FACTO É REAL A MUDANÇA QUE APREGOA.

BEM QUE TENTAM ARRANJAR PONTOS POSITIVOS PARA O QUE FOI COMPLETAMENTE NEGATIVO, MAS PERDEM TEMPO, PORQUE AS PESSOAS NÃO SÃO CEGAS, NÃO SÃO SURDAS E NEM SÃO PARVAS EMBORA HAJA ALGUMAS PESSOAS QUE PENSAM QUE SIM E SE CONVENCEM QUE SIM.

COITADOS.

Anónimo disse...

O TEATRO TEVE CASA CHEIA E DEVIA A MEU VER TER FEITO PARTE DA PROGRAMAÇÃO DA FESTA DE SETEMBRO , SEMPRE CONTRASTAVA E COM COM A FALTA DE QUALIDADE E ENRIQUECIA CULTURALMENTE O FRACO PROGRAMA.
SE AS PESSOAS NÃO ANDASSEM DE COSTAS VOLTADAS PELA MMMM DA POLÍTICA E JUNTASSEM ESFORÇOS PELAS NOSSAS FESTAS, PELO ALANDROAL, TUDO SERIA DIFERENTE.
COMEÇA LOGO PELO TOTAL DESPREZO E FALTA DE INTERESSE DESTE EXECUTIVO PELA FESTA DA NOSSA PADROEIRA, NA FESTA DA JUVENTUDE LÁ O VICE PRESIDENTE SE ENVOLVE DE ALGUMA FORMA COMO PODE E DEIXAM.

ORA AQUI ESTÁ UM EXEMPLO QUE DEMONSTRA QUE O COMENTADOR DE 11 setembro, 2015 21:45 QUE DIZ ESTÁ ERRADO( quer se goste quer não, as coisas mudam, algumas continuam, mas outras mudam, é assim, não tem mal nenhum.)
VÊ COMO AS COISAS TAMBÉM PODEM MUDAR AO CONTRÁRIO, A GARRAIADA ONDE DEVERIA ESTAR BOA PARTE DA JUVENTUDE ESTEVE COM POUCA GENTE E O TEATRO DE REVISTA PARA GENTE MAIS VELHA A ABARROTAR.

O PROBLEMA NÃO ESTÁ NAS MUDANÇAS MAS SIM COMO AS MESMAS SÃO FEITAS.

Anónimo disse...

"""Anónimo Anónimo disse...
Sobre o comentário de 12 setembro, 2015 12:23...

Ainda há quem esteja sóbrio!

12 setembro, 2015 16:45 """"

Caro comentador, se calhar ficou sensibilizado com o comentário 12,23 de dia 12 setembro, mas nem tanto ao mar nem tanto à terra.
Com toda a razão que o comentador de 12 setembro, 2015 12:23 possa ter enganou-se no post, o que não faltam são temas neste blog do Xico onde o comentário fará todo o sentido, aqui neste espaço onde se debate uma festa popular é totalmente descabido.

E com todo o respeito, dificuldades temos quase todos, o comentador de 12 setembro, 2015 12:23 tem as dele, eu tenho as minhas e o comentador de 12 setembro, 2015 16:45 terá as suas.
As dificuldades são de Norte a Sul do País, e há concelhos ainda em pior situação que o do Alandroal, não somos caso isolado, e francamente ainda não vi nenhuma notícia que alguma Autarquia tenha acabado com a sua festa mais emblemática.

Tudo faz falta na vida, não podemos andar derrotados, rir, dançar, conviver, rever e beber um copo com amigos é coisa que faz muita falta e é isso a nossa festa, ou melhor, deveria ser isso a nossa festa.

De tristezas e lamurias e carpir desgraças já nos basta a nossa Presidente durante todo o ano , 24 horas por dia, VIRA O DISCO E TOCA O MESMO. Tudo há-de correr bem, que nossa Senhora da Conceição nos ajude, bem precisamos de um milagre.

Paulo Silva

Anónimo disse...


OBS.


Na sequência dos Comentários (15.14 e 16.56) vou acrescentar que tive

ocasião de tomar conhecimento da Representação teatral de 2ª Feira na

medida em que a estivemos debatendo com UMA das suas principais

mentoras,organizadora e (belíssima) Actriz.

Mais: foi ventilada a oportunidade de, para o próximo ano, "o teatro sair

à Rua" na Festa de Setembro.Desde que, obviamente, os necessários apoios

e incentivos não faltem ao Grupo.

Aqui fica pois (julgo eu) uma virtual e boa notícia para 2016.

Melhores cumprimentos

ANBerbem

Anónimo disse...

Deviam ter mais atenção e falar daquilo que aconteceu na realidade dar mais apoio aqueles que fazem mais pelo Alandroal.



12 setembro, 2015 15:14





Toda a gente faz muito pelo o Alandroal, temos azar, pois quem o devia fazer e para isso é pago nada faz.
Não sabia que ser actor é fazer por uma qualquer terra, sendo assim tanta gente do teatro que há em Lisboa todos eles fazem muito pela cidade.
Quem está no teatro tem que estar por amor à arte e não para fazer seja o que for por terra nenhuma. Teatro é Teatro, ou amador ou profissional, com espinhos e glórias como tudo na vida.
O que o actor precisa é de palmas e os que vivem só do teatro, para alem das palmas de dinheiro para comer.
Eu estive lá, gostei, bati palmas e até disse, bravo, mas francamente se vamos por aí eu que tenho o meu trabalho aqui na Vila também faço muito pelo Alandroal.
Isto há cada a ACTO, só falta mesmo é dizerem que as pancadinhas do Moliére também fazem muito pelo Alandroal.

Anónimo disse...

Amigo Francisco, ainda há muito a fazer, ao menos na parte do complexo desportivo, podia ter mais aproveitamento, pela Escola, uma vez que a obra do ginásio nunca mais arranca. No forum está bem aproveitado pela Banda, Grupo de Teatro, Tuna e o cinema quase sempre filmes com uma a duas semanas de estreia nacional. Das festas recordo-me de virem á festa todos os Alandroalenses espalhados por todo o país e estrangeiro era uma grande animação. Das festas em si á pouco a comentar, podiam CMA e JUNTA, reforçar um pouco mais.

Obrigado a todos e até para o ano. Há mas sou daqueles que vou várias vezes no ano á minha terra, não sou como muitos só lá vão em setembro e depois só criticam. Um bom hajam e divulguem a nossa terra.

Anónimo disse...

"No forum está bem aproveitado pela Banda, Grupo de Teatro, Tuna e o cinema"

Desculpe mas não concordo,
terem construído um edifício para ser essencialmente casa de ensaios da banda e de grupos de teatro e tuna, com todo o respeito não é bom aproveitamento, também pode servir para isso, mas o espaço é para acontecerem espectáculos de diversas correntes artísticas que é para isso que se investiu em palco, camarins e material de som e luz que lá existe.
Ter aquele equipamento todo para servir quase exclusivamente para apoio de ensaios é de gente muito rica e fina.
Há grupos de teatro profissionais neste país que não tem nem metade das condições.

O Forum foi bem aproveitado e cumpriu de facto o seu papel durante os últimos dois anos do mandato do João Nabais, porque teve o dito a inteligência de por à frente daquele espaço pessoa competente para o gerir e lhe dar dinâmica e vida, trabalho que aconteceu e toda a gente viu, de facto resultado que nunca antes nem depois foi conseguido e visto.
Não foi propaganda foi real, e contra factos.........

Paula Maria

Anónimo disse...

E com que custos, senhora Paula Maria??

Anónimo disse...

E com que custos, senhora Paula Maria??

13 setembro, 2015 13:43

Não sou a Sra. Paula Maria mas vou tentar responder com todo o respeito e educação.

Os custos não sei responder porque não sou profissional ao ponto de saber isso, mas depende muito dos conhecimentos de quem contrata,se calhar o que pode custar a mim, ou a si, ou ao Município é uma coisa, mas se calhar o preço para quem está no meio e conhece toda essa gente é outro. Eu só digo isto porque sei que durante os 2 anos de boa programação que tivemos por cá, só foi possível pelas condições e preços que quem esteve a programar o Forum conseguia, isto era dito pelo Presidente da altura e curiosamente até pelo Vice Presidente da altura, que gabava e dava como exemplo o trabalho ali realizado mas que, depois sabe lá Deus porquê mudou de ideias e o que era muito bom passou a ser mau e como tal fim à coisa.Deus até sabe e eu também, mas não digo.
É que tenho boa memória graças a Deus, ao contrário de alguns políticos locais que hoje dizem uma coisa e amanhã o contrário.
De uma coisa tenho a certeza caro comentador, os custos não são de 10.000,00 € por fim de semana como certo senhor inventou, nem lá perto, como se viu no que foi aqui publicado pelo administrador deste bloog.
Sabe que o seu tipo de comentário é do tipo conversa para boi dormir, vem no seguimento da ladainha cómica da actual Presidente, não há dinheiro, mas para o que se quer há sempre, até gastarem uma fortuna numa feira pimba, com esse dinheiro dava para fazer uma boa programação no Forum todos os fins de semana durante 5 OU 6 meses. O problema aqui são as prioridades e as escolhas, que são sempre más pelo que se vê, a falta de dinheiro tudo desculpa, até a incompetência, lá achou a Presidente que foi mais bem gasto o dinheiro numa festa pimba mas que deu direito a aparecer na televisão, do que gastar esse dinheiro em boa cultura para as pessoas durante meses.
A verdade é que existem profissionais na ária, os chamados programadores que sabem fazer com dinheiro, mas também com pouco dinheiro e arranjar coisas sem custos. Há por este país muita gente qualificada para fazer um trabalho de programação de um auditório como deve ser, a CDU até tem muitos e bons, basta ver os de Montemor, assim é que não se vai a lado nenhum, tem o automóvel mas não tem quem o saiba conduzir, vão ter um desastre e muitos feridos por certo e espatifar o carro todo.
Não seria mais racional pagar a um chauffer enquanto alguém cá da casa aprende a conduzir o dito carro ??????
Só mais uns exemplos,
tenho um amigo meu que trabalha na cultura de um Município do Baixo Alentejo que tem uma programação cultural activa e quem a faz é uma empresa externa, o Município paga um x por Mês por x espectáculos, e a empresa gere esse dinheiro de forma a proporcionar os espectáculos acordados, uns serão mais caros, outros mais baratos, outros sem custos, etc, a coisa é gerida, uns meses tem 1, noutros 2, noutros 3 consoante os interesses e calendário da Autarquia e intercalados com projectos locais.



Com todo o respeito, o problema é falta de coragem, falta de empreendimento, falta de visão e muita incompetência, essa tanga dos custos, é isso mesmo, uma tanga.
Não os vejo é fazer nada.

Anónimo disse...

Imagino as críticas que choviam se fosse como o amigo propõe. Critica-se da mesma forma por não se fazer, mas as críticas são bem mais suaves para o orçamento da câmara. É como as Festas de Setembro tão criticadas este ano por não trazerem artistas de renome. Calculo o chorrilho de comentários dos que escrevem habitualmente "não há dinheiro" se o executivo fosse por esse caminho. Enfim, "casa onde não há pão todos ralham, mas ninguém tem razão".

Anónimo disse...

...De qualquer forma e que eu saiba o teatro a que se refere NÃO ESTAVA INCLUÌDO NA PROGRAMAÇÃO DAS FESTAS. Pelo menos nos programas que me chegaram às mãos...
1-Gostei principalmente do uso da letra maiúscula..
2- O grupo apresentou o seu espetáculo dia 7 ,segunda feira de festa..
3- A Câmara não pertence à comissão de festas?...
4- Cada um tire a conclusão que quiser... e mais não digo...

Anónimo disse...

Caro comentador de 14 setembro, 2015 16:29, na verdade li todos os comentários, com uns concordei, com outros, mais ou menos, e com outros não, já o seu comentário com todo o respeito não faz sentido nenhum, é aquilo que se chama aqui no campo, uma bosta.
E mais diria se o Xico publicasse.

Anónimo disse...

Muito acertado o comentário de 14 setembro, 2015 00:10.

Concordo em absoluto!!!

Anónimo disse...

"Anónimo Anónimo disse...
Imagino as críticas que choviam se fosse como o amigo propõe. Critica-se da mesma forma por não se fazer, mas as críticas são bem mais suaves para o orçamento da câmara. É como as Festas de Setembro tão criticadas este ano por não trazerem artistas de renome. Calculo o chorrilho de comentários dos que escrevem habitualmente "não há dinheiro" se o executivo fosse por esse caminho. Enfim, "casa onde não há pão todos ralham, mas ninguém tem razão".

14 setembro, 2015 00:10"



Tem alguma razão, nada a tenho a ver com o comentário que se refere , mas se não se importa dou o meu ponto de vista, já que tudo opina também tenho direito.
O que não se entende é a dualidade de critérios deste executivo.
Se não tem dinheiro não façam é preferível e mais digno que fazer por fazer e dar porcarias ás pessoas.
Mas caro comentador, o que se tem visto é que de repente, quando a SRA Presidente entende, há dinheiro e muito.
Ou julga o comentador e a Sra Presidente que não se sabe o que se gastou com a pimbalhada televisiva?
Antes tudo se sabia, agora é que julgam que as pessoas que trabalham na Autarquia não falam, não comentam.
E como o caro comentador parece bem informado informe se faz favor, qual o custo dos dois espectáculos pimba do sábado da festa de Setembro, para podermos fazer comparação com o custo de alguns artistas de renome como lhes chama.
Informe-se, se calhar tem uma surpresa e em vez de duas porcarias tinham trazido uma coisa boa, um tal artista de renome que dignificasse a festa e que as pessoas gostassem.
Como diz um comentador acima e bem, não tem a Autarquia e pelos vistos estas associações, ninguém com conhecimento de produção de festas e com conhecimento mais directo com artistas, porque caro comentador, a crise está em todo o lado e há muitos artistas de renome que podiam vir ao Alandroal por um preço acessível,os artistas já não pedem o que pediam a não ser meia dúzia que estão na moda, se calhar com o que pagaram aquelas aberrações poderíamos ter tido um artista de renome.
Diz o comentador que escrevem por aqui que não há dinheiro, com todo o respeito quem diz isso a toda a hora é a actual Presidente, mas depois gasta fortunas para se aparecer em televisão com dinheiro dos contribuintes é claro.Tem que fazer a critica é à actuação da Sra Presidente, porque esta história está mal contada, porque continua a haver dinheiro para o que se quer e para quem se quer, com FAM e tudo.

Anónimo disse...

13 setembro, 2015 16:14

Pela forma como expõe a sua versão dos factos nos dois comentários não tenho a mínima duvida que se trata da Paula Maria e da Maria Paula, mas digo mais, com certeza que será programador/a cultural externo.
Critica pessoas como a actual e o Ex-Presidente e depois afirma que o Sr. Nabais é que fez um bom trabalho, aproveitando bem o Fórum. Pergunto; está a brincar connosco?
Mais, afirma que no Fórum se gastava muito menos dos 10.000€ que o Sr. Grilo afirmava, nem sei se alguma vez afirmou isso.
Pergunto; confirmou as despesas todas ou só as que interessavam, porque para além dos custos com os espectáculo há que acrescentar os custos com os produtos, com a luz com as horas dos funcionários que ai trabalhavam até as tantas da manhã.
Pois se quiser criticar pessoas e por palavras na boca delas, deve ter a coragem de se identificar primeiro.

Anónimo disse...

Mais, afirma que no Fórum se gastava muito menos dos 10.000€ que o Sr. Grilo afirmava, nem sei se alguma vez afirmou isso.

OLHA ESTE, ENTÃO SE NÃO SABE QUE O SR. GRILO FALOU NA FAMOSA ENTREVISTA NA RÁDIO CAMPANÁRIO E QUE FOI AQUI DESMENTIDO POR QUEM MUITO BEM APRESENTOU PROVAS, É PORQUE OU NÃO É DE CÁ E NESSE CASO NÃO COMENTE DO QUE DESCONHECE OU ENTÃO ESTÁ A FAZER PAPEL DE TOLINHO.
TAMBÉM NÃO SEI SE O COMENTADOR É A PAULA MARIA OU A MARIA PAULA, SE É PROGRAMADOR OU PROGRAMADORA OU SE SIMPLESMENTE É ADVOGADO OU ADVOGADA DE ALGUÉM,A SER É FRACO PROFISSIONAL A ARGUMENTAÇÃO É MUITO POBRE. OLHE QUE É FEIO CRITICAR E MANDAR IDENTIFICAR OS OUTROS E FAZER PRECISAMENTE A MESMA COISA.
DÊ LÁ O EXEMPLO SE FAZ FAVOR.

Anónimo disse...

Anónimo de 16 Setembro, 2015 18:55

Não tenho conhecimento dessa entrevista que fala, por isso digo que não sei se alguma vez afirmou isso.
Mas já que defende tanto a ex-programação do forum, porque não nos ilumina e nos expõe um esboço dessa programação durante esses dois anos, e já agora diga-nos quanto se gastava por mês, mas só aceito valores quando forem contabilizadas todas as despesas.
Espero ainda que consiga ter estatísticas de quantas pessoas visitavam o forum mensalmente para provar que essa programação tinha tanta participação e que era algo de outro mundo, pois assim até poderá ter razão para essa defesa tão acérrima.
Pelo seu comentário vejo o pouco respeito que tem, por quem não tem a mesma opinião que você, mas já que sabe tanto diga quanto era gasto por mês no forum pois só que fossem os 10.000€ por mês, ao fim de dois anos eram 120.000€, praticamente dava para pagar a parte não comparticipada da Biblioteca.
Como respondi a um comentário anónimo não me identifiquei e como não vejo no meu comentário qualquer critica a pessoa directa, penso que não o devo fazer. Tenho ainda a noção que as criticas a pessoas directas em que se fazem afirmações lesivas do bem nome destas devam ser todas identificadas, trabalho que o Gestor do Blog tem feito.
Como você respondeu ao meu comentário sem se identificar, nem seria obrigada a isso, pois esteva a responder a um comentário anónimo, respondo-lhe da mesma forma e se quer que me identifique faça o mesmo e eu respondo-lhe.

Anónimo disse...

Foi mostrado neste espaço confirmação de facturas que provaram que se gastava em media por fim de semana 1.000,00 € no forum.

CONTINUA O AMIGO A FALAR EM 10.000,00 €, ficou mesmo com o numero gravado, foi tal a lavagem cerebral que não sai da memória.
Bem tenta disfarçar, mas afinal é mesmo advogado de defesa tos tais 10,000,00 €, mude lá de equação, faça reset.

Acha mesmo que se fosse mentira o que foi dito na tal entrevista em que se acrescentou um zero de forma leviana e pouco limpa, se fosse mentira que aqui foram publicadas provas do real custo que tinham os ditos espectáculos, o administrador deste blog consentia que eu ou alguém aqui afirma-se uma mentira e publicava????

Está enganado quando diz e pensa que defendo muito a ex programação do forum, o que defendo é trabalho bem feito e com utilidade para a comunidade.
Possivelmente no panorama atual poderiam ser feitos dois ou um espectáculo por mês com alguém de fora e os restantes fins de semana com gente local, não esquecer caro comentador que também vinham cá na altura espectáculos sem custos a não ser a logística, coisa que podiam fazer mais vezes agora , mas não fazem, como não fazem nem são capazes de programar com tempo e ser colocada na rua publicidade atempada do que aí vem, coisa só possível com uma politica cultural que não há, com organização que não há e com profissionalismo que não há.

O que eu defendo mesmo caro comentador é quem sabe trabalhar e fazer as coisas, quem mostra serviço, e na verdade tivemos por cá um bom programador que como sabe é da terra, e depois dele é só curiosos que nunca trabalharam no ramo, nunca tiveram formação na ária, e depois nada fazem, nem com dinheiro e sem dinheiro mais difícil.
Há muitos bons programadores sem trabalho por este País, vão buscar um e façam simples, em pequenino, mas com qualidade, coisa que é possível mesmo sem dinheiro, para quem sabe é claro.

Anónimo disse...

Anónimo de 18 Setembro, 2015 09:21

Infelizmente volta a seguir o caminho da ofensa, não sei se por prepotência se por feitio. Se reparou o meu primeiro comentário foi como resposta a um comentário anónimo (por isso reservei o direito de não me identificar), portanto não fui eu a falar nessa verba, mas como não vi essas facturas que fala a provar as despesas, solicito que me informe sobre os valores devidamente descriminados, com facturas de fornecedores, facturas do consumo/logística, facturas(recibos) de despesas com o pessoal e claro dos artistas e do programador cultural. Para lhe facilitar o trabalho só quero valores, não quero os documentos.
Quanto a última parte seu comentário tenho o prazer de a transcrever, pois faço da sua a minha opinião.
"Possivelmente no panorama actual poderiam ser feitos dois ou um espectáculo por mês com alguém de fora e os restantes fins de semana com gente local, não esquecer caro comentador que também vinham cá na altura espectáculos sem custos a não ser a logística, coisa que podiam fazer mais vezes agora , mas não fazem, como não fazem nem são capazes de programar com tempo e ser colocada na rua publicidade atempada do que aí vem, coisa só possível com uma politica cultural que não há, com organização que não há e com profissionalismo que não há."

Anónimo disse...

Vá pedir os valores ao Município, tem que lá estar todos esses arquivos, sei lá eu ou alguém o valor ao tostão, das horas dos trabalhadores do forum, do programador, das dormidas, das comidas, caro amigo eu nunca fui funcionário público graças a Deus, sou é uma pessoa informada, é feitio meu, e não admito que politico algum me faça o ninho atrás da orelha, nem aqueles com quem simpatizo.Dos políticos e governantes exijo rectidão é para isso que são eleitos e bem pagos ao fim do mês.
Mas não deve conseguir apurar muito seja o que for no nosso Município, nada funciona , a ver pela ainda recente MEGA festa televisiva, a quem os vereadores da oposição pediram contas dos custos que, teimam em não ser divulgadas, de certo devem ser mais difícil as contas que já tem 7 ou 8 anos.
Aliás, o estranho é o comentador concordar com tanta coisa que eu escrevo e estar mais interessado em contas com a cultura de à 8 anos do que as de meses.
Com todo o respeito, por mim a conversa acabou, já se entendeu a sua intenção e a falta de coragem para admitir o alvo ou os alvos que quer atingir.
É a chamada conversa da treta ou de mmmmmmm.
E já que parece ser muito sensível ou então faz bem o papel, aqui vai uma por graça PARA O TIRAR DO SÉRIO.
Como diz muito o Xico Manuel, vá dar banho ao cão.