quarta-feira, 5 de agosto de 2015

NOITE - by Claré

Noite companheira dos meus gritos
Rio de sonhos aflitos
Das aves que abandonei
Noite céu dos meus casos perdidos
Vêm de longe os sentidos
Nas canções que eu entreguei




5 comentários:

Anónimo disse...

A terceira já esta um bocado tremida. Minís a mais?

Anónimo disse...

ORA AÍ ESTÁ, O ADMINISTRADOR DESTE BLOG DE TÃO CUIDADOSO QUE É ÁS VEZES, DEIXA QUE SE CHAME BÊBADO DE FORMA LEVIANA A UMA PESSOA.

COM TODO O RESPEITO XICO, NÃO SE ENTENDE.

E SE O COMENTADOR ACIMA SE METESSE NA SUA VIDA NÃO SERIA MELHOR.
CADA UM BEBE O QUE QUER E O QUE PODE.

Francisco Tata disse...

O COMENTADOR A QUE SE REFERE NÃO ADJECTIVA DE FORMA ALGUMA O MEU AMIGO CLARÈ COM A EXPRESSÃO QUE UTILIZA: O SENHOR (A) É QUE MALDOSAMENTE A APLICA.´APENAS COM O INTUITO DE TENTAR DETIORAR A VELHA AMIZADE QUE DESDE SEMPRE EXITE ENTRE MIM E O AUTOR DA FOTOGRAFIA: «PODE TIRAR O CAVALINHO DA CHUVA: QUE O NÃO VAI CONSEGUIR».
AINDA NUNCA OUVIU FALAR EM ESPIRITO DE HUMOR? ACHA QUE O COMENTADOR EM EPÍGRAFE NÃO È UM CONHECIDO E VELHO AMIGO DO CLARÉ? ACHA QUE AQUELE COMENTÁRIO NÃO PROVOCOU UM RISO NO AUTOR DA FOTO?

Se calhar ainda o meu amigo não tinha nascido já eu "emborcava" e com muito prazer umas minis com o J.C.

DEIXE_SE DISSO!...
Chico Manuel

Anónimo disse...

Olha olha temos polémica...Resposta sabe o que AF e MF? quando souber eu entro na polémica até lá vou ali beber umas minis.Chico alinhas??
Claré

Anónimo disse...


As fotografias estão lindas e pronto!


Um copinho de escarchado,
p´ra aclarar as ideias...
não quero ninguém marafado
e tudo o resto são lérias!