sexta-feira, 19 de junho de 2015

SUGESTÕES DO AL TEJO PARA SE DIVERTIR NO FIM-DE-SEMANA

DESTAQUE:
Festival Jovem Contra Corrente em Montemor-o-Novo
O primeiro dia de festival é já esta sexta-feira, dia 19, e tem início pelas 14h30, com inaugurações de exposições e a apresentação do Xpark, às 16h00. 
A partir das 17h30 começa a animação com o grupo "Poema A'corda"cuja fúria da palavra e a raiva das cordas da guitarra estão em perfeita sintonia.
Para iniciar a primeira noite do festival em grande, pelas 21h00, sobem ao palco os NOTE, uma banda montemorense constituída por cinco elementos, que conquistou em 2014, o 1.º Lugar no Concurso de Bandas Juvenis. A noite continua ao som de Led 'On, cuja principal inspiração são os Led Zeppelin, caso para dizer Rock'n Roll!! Para finalizar o primeiro dia de festival, atua NBC, cujos vibes do groove, a energia do punk, a irreverência do rock e a profundidade do soul, valeram clássicos com Regula e Sam the Kid.

O segundo dia do festival é sábado, 20 de Junho, e arranca logo às 9h00 com uma Cãominhada, onde os fiéis amigos de quatro patas da Associação Patolas e Patinhas terão todo o protagonismo. Também incluído no programa matinal de sábado do festival está o Crossfit, dinamizado pelo ginásio Up&Go, que tem início às 10h30. Já da parte da tarde, pelas 16h00, teremos um sunset "Picnic Contra Corrente", com os djs Himan, Lawrence, João Soares e Ivan Aldeias. Para começar a noite de forma animada, pelas 21h00, a divertida e irreverente banda lavrense Peña Kalimotxo, vai espalhar a sua energia contagiante. De seguida (22h00) Caruma, uma das novas promessas da música portuguesa, espalha como trunfos excelentes vozes, incentivar letras e bom gosto musical. Para terminar da melhor forma, sobem ao palco pelas 24h00 os Pura Mob Keys, grupo constituído por músicos, djs, cantores, produtores e bailarinos da comunidade jovem Montemorense.
O último dia de festival realiza-se domingo, 21 de Junho, e tem como primeira atividade do dia o passeio de BTT (9h30), seguido de uma aula de Zumba dinamizada pelo ginásio LUBE (10h00). A partir das 16h00 atua a Banda Ensemble e, pelas 17h00, a banda Musiclass. O grupo The Groove, que alcançou o 2.º lugar no concurso de bandas 2014, não podia ficar de fora, e marca lugar pelas 18h00, no palco do Festival.

(Organização da Câmara Municipal de Montemor-o-Novo, União de Freguesias de Vila, Bispo e Silveiras e Raiz.)


ALANDROAL

MONTEMOR

AINDA...
ÉVORA

9 comentários:

Anónimo disse...

Digníssimo gestor deste Blogue.

Permita-me que partilhe com os leitores o resultado de um estudo por mim efetuado acerca do trabalho realizado pelos presidentes de câmara desde o 25 de Abril, em prol do desenvolvimento do concelho, a diversos níveis.
Desde o emprego, a economia, a área social, a juventude, a educação, etc.
Embora este mandato ainda esteja a meio, já deu para ver do que são capaz, assim e perante os resultados obtidos a lista ficou assim ordenada:
1º - João Nabais
2º - Inácio Melrinho
3º - João Ribeiro
4º - João Grilo
5º - Margarida Godinho
6º - Mariana Chilra


Analista Politico

Francisco Tata disse...

Tem todo o direito de dar a conhecer a sua análise e como tal não vejo motivo algum para não a divulgar, mais a mais que não ofende seja quem for. No entanto teria outro valor se em vez de "analista politico", tivesse sido assinada.
Chico Manuel

Anónimo disse...

Concordo com esta ordenação, somente trocava o João Ribeiro pelo João Grilo.

Anónimo disse...

Não esqueça o analista? que o 1. iniciou a prova apoiado em diversos projectos que herdou (pagos e alguns deles candidatados), terminando-a da forma que se sabe.

O seu a seu dono.

Lembretes

Anónimo disse...

Anónimo Anónimo disse...
Concordo com esta ordenação, somente trocava o João Ribeiro pelo João Grilo.

21 junho, 2015 00:23

TROCAVA MAL, POIS FEZ MAIA O JOÃO RIBEIRO DO QUE O SR. GRILO, O QUE LHE É RECONHECIDO É A DUPLICAÇÃO DA DIVIDA.

PABLO ESCOBAR

Anónimo disse...

Hora esta, mas querem lá comparar o João Ribeiro, que como se sabe fez obra e ao contrário do João Grilo não deixou divida e muito menos a aumentou.
O que fez, pouco ou muito, foi real, ao contrário do João Grilo que de facto fez obra virtual,que não existiu, a não ser em palavras e na cabeça de alguém, todos vimos o tal nunca visto nem conseguido apregoado aos sete ventos, pura propaganda que não passou disso mesmo.

Paula Maria

Francisco Tata disse...

“Isto” deve ser “fenómeno” único no mundo! Tem um homem uma “trabalhera” enorme para dar a conhecer onde se podem divertir no fim de semana e basta um fugir ao tema (e eu feito “parvalhão” deixar passar, porque me parecia uma opinião com alguma seriedade e algum critério) , para a questão desabar surgindo dezenas de comentários “sem talho nem maravalho”, muitos deles já raiando a ofensa, o mau gosto, o desconhecimento, mas mais uma vez sobressaindo o ódio em que o Alandroal está mergulhado.
Divertimento para grande parte dos meus conterrâneos, é dizer mal, desenterrar o passado, ofender anonimamente, virando o disco e tocando sempre a mesma.
Já chega.
Chico Manuel

Francisco Tata disse...

Ah faltou-me acrescentar que me refiro aos comentários (muitos...) que não foram publicados, porque os que estão, do mal o menos: fogem ao assunto da postagem, mas emitem uma opiião e não ofendem

Anónimo disse...

Como alandroalense também gostaria de dar a minha opinião sem qualquer ofensa.
O Melrinho atendendo às circunstâncias fez um bom trabalho e era amigo é humilde.
O João Ribeiro também um homem de trato fácil e empreendedor.
A Margarida também me pareceu uma pessoa íntegra e seria.
O Nabais apesar do muitos erros deixou obra feita.
O Grilo teve algumas ideias interessantes mas não fez muito.
Agora a Mariana Chilra e a sua equipa para já nada fizeram e têm demonstrado muito pouca humildade ao contrário daquilo que prometeram.

João Afonso