segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

PRIMEIRA PÁGINA DOS JORNAIS REGIONAIS DE HOJE



13 comentários:

Anónimo disse...

A PJ de novo na câmara do Alandroal. Não deve ser nada de bom

Francisco Tata disse...

Comentário admitido e colocado após confirmação do facto.

O responsável pela colocação de comentários

Anónimo disse...

Anónimo Anónimo disse...
A PJ de novo na câmara do Alandroal. Não deve ser nada de bom

24 fevereiro, 2015 14:10

RESTA SABER POR QUEM VEM.

ALGUÉM PODE ESCLARECER COM DADOS CONCRETOS.
OBRIGADO.

Francisco Tata disse...

Em referência ao último comentário devo esclarecer que foram vários os comentários cuja finalidade era prestar a informação que o comentador pretende.
Como seria de esperar os mesmos não foram colocados porque foram enviados a coberto do ANONIMATO, e assuntos desta natureza que não tenham quem se responsabilize sobre as afirmações prestadas nunca serei eu (último responsável) a assumir tal responsabilidade.
É evidente que ao contrário de poder encontrar fontes que confirmem a ida da P.J. à Cãmara não encontro, nem tal me atrevia a indagar fosse a quem fosse os motivos da referida "visita".
Pergunto-me a mim próprio como pode haver alguem que possa com toda a certeza afirmar o motivo de qualquer busca. Não vejo os Senhores Agentes a apregoarem aos sete ventos os motivos do seu trabalho.

Responsável pela moderação de comentários

Francisco Tata disse...

Caro Manuel Maria - acredito piamente naquilo que me diz. No entanto tenho a acrescentar que só colocarei o seu comentário se conseguir confirmar que é a própria pessoa (como tal envie-me o seu contacto Tlm) para eu entrar em contacto consigo. Já pensou que poderá ser até a própria PJ a vir perguntar-me como sabia a sua missão? Eu responderia foi o Manuel Maria. E eles poderiam exigir-me a sua identificação?
É que Manuéis há muitos e Marias ainda mais.

Anónimo disse...

Pois é pena que não se saiba o motivo, que alguém aqui informe se faz favor.

" Não vejo os Senhores Agentes a apregoarem aos sete ventos os motivos do seu trabalho."

Convinhamos caro Xico que há muitas maneiras de matar pulgas, basta alguém que trabalhe no Município dizer o que os senhores agentes procuravam, pois tem os ditos que falar com alguém de algum serviço e concluímos quem é o visado ou os visados, a que mandato se referem.

Pois é, ás vezes certas noticias não calham ao jeito.

Anónimo disse...

a resposta esta na radio campanário, é só lerem a noticia

Anónimo disse...

Caro Sr. Diretor e moderador deste seu blog.
Tenho todo o respeito pelo amigo mas às vezes há dualidades de critérios da sua parte que deixam algumas dúvidas e fazem no mínimo pensar e recuar no tempo para comparação.
Tal como o amigo eu também vivo fora do concelho e quando aparecem notícias bombásticas do tipo Judiciaria no Alandroal, ligo a alguns amigos e amigas que trabalham no Município e a outros de minha confiança, gente normalmente informada e a par do que se passa e logo fico a saber o que se passa ou não fosse o Alandroal especialista na noticia.
É evidente que já o fiz e sei de fonte segura o que a policia ai foi fazer e qual o assunto em questão, e decerto o Sr. Francisco que é da minha idade e até temos amigos comuns, também já sabe de fonte segura o que se passa a não ser que desta vez não tenha tal como eu telefonado para as fontes de informação de sua confiança, se calhar o assunto incomoda, porque já toda a gente no Alandroal está a par do acontecimento e sabe de fonte segura ao que foi a Judiciária, e de facto quando o assunto for falado no seu blog, coisa que a ver duvido, já não está a informar coisa nenhuma.
É que isto da Judiciária no Município do Alandroal já não é coisa nova, e tenho pena por si, que o amigo tenha memória curta e não se lembre como foi rápido e pragmático a dar a notícia sobre certo Presidente e tão cauteloso e prudente quando o Presidente é outro.
Com todo o respeito fica-lhe mal.

Francisco Tata disse...

Pois é: Há certas notícias que não calham a jeito: Como tambem há outras que davam jeito.
Mas aqui não se fazem jeitos e são todos tratados da mesma maneira. Só que há uma grande diferença: Eu quando aqui escrevo algo (caso da BTL) tenho a coragem de colocar o meu nome e responsabilizar-me por aquilo que afirmo. Não me escondo, nem sou cobarde. Não atiro a pedra e fujo a esconder-me.
Pois fique sabendo que a sugestão que me deu já foi feita: Já contactei a Camara e tentei saber o que tanto o atormenta. Ninguem , e muito bem, acrescento eu, me deu qualquer explicação.
Pois é: "este blogue é uma merda"- mas pelos vistos há muita gente que gosta de por aqui vir chafurdar. Por favor deixem lá de vir para aqui remexer na merda, para ver se eu consigo que isto não cheire mal.
Desampare-me a loja e vá pregar moral para outra freguesia!
Ninguem vos obriga a vir aqui. Não têm inteligencia suficiente para verem que não são bem vindos!

Chico Manuel

Anónimo disse...

Sr. Francisco Manuel, noticia publica retirada da Rádio Campanário, agradeço que vá averiguar para ver a veracidade da mesma.
Se poder publicar para esclarecimento das pessoas agradeço, pela verdade e pelo Alandroal.

A Câmara Municipal de Alandroal recebeu esta terça-feira, 24 de fevereiro, a visita de Inspetores da Policia Judiciária no seguimento da participação ao Ministério Público e Inspeção Geral das Finanças, das Contas e Atos de Gestão do Município de Alandroal no mandato 2009/2013.
A proposta foi apresentada em reunião de câmara realizada no dia 24 de setembro do ano passado pelo vereador da Câmara Municipal de Alandroal, João Nabais, eleito pelo DITA – Defesa da Integridade Territorial e Desenvolvimento de Alandroal, tendo depois sido ponderada e analisada pelo executivo Municipal, que deliberou por unanimidade aprovar a participação ao Ministério Público e Inspeção Geral de Finanças as Contas e Atos de Gestão do Município de Alandroal.
Em declarações à Rádio Campanário, a presidente da Câmara Municipal de Alandroal, Mariana Chilra conta que “o aviso chegou na semana passada de que iriamos ter a visita dos Inspetores da Judiciária e ela confirmou-se, o que sabemos é que essa vinda tem a ver com a denúncia que foi apresentada pelo vereador João Nabais, contra o anterior presidente da câmara, João Grilo”.
A autarca refere que “foi apresentada a proposta e com a junção de documentos, o executivo avaliou e por unanimidade foi aprovado remeter denúncia para o Ministério Público e para a Inspeção Geral de Finanças”, realçando, “o que a Judiciária hoje nos veio perguntar tem a ver exatamente com essa mesma denúncia, prestamos os esclarecimentos que nos foram pedidos e ficamos a saber que existe este processo, aguardando-se que haja notícias sobre o desenrolar do mesmo”.
Mariana Chilra diz que a denúncia tem a ver “essencialmente com a realização de obras por parte da câmara, com funcionários, com recursos humanos da câmara e com recursos materiais, máquinas e viaturas da câmara ao serviço de particulares, neste caso na realização de obras que segundo está denunciado, seriam obras realizadas em propriedades privadas e é isso que se está a tentar apurar”.
Recorde-se que proposta foi remetida à reunião da Assembleia Municipal de Alandroal, em dia 29 de setembro de 2014 e posteriormente dado conhecimento ao Primeiro-Ministro, Secretário de Estado da Administração Local e ao Tribunal de Contas.

Francisco Tata disse...

Como pode verificar o seu comentário chegou ás 15,45 e a notícia foi publicada ás 15,25.

Anónimo disse...

bem ,como o Sr. Francisco não publicou o meu anterior comentário, depois de ler esta noticia espero que para bem da isenção e da transparência o Sr.ponha como abertura do seu blog não só Corrupção de um Presidente que já lá está há anos como se mais nada se tenha passado no Alandroal, mas sim Corrupção de Presidentes no Alandroal.
Assim é que está certo.

Francisco Tata disse...

Oh Senhor:
Suponho que se refere à mensagem que consta quando faz buscas via Google .
Olhe eu não sei quais os critérios, nem tão pouco como funciona a gestão do Google. Sei é que nada fiz para ser acusado daquilo que afirma. De qualquer forma solicito-lhe encarecidamente que me ensine como fazer para que tal não conste no local onde diz que aparece.
Faça-me lá esse favor!
Ah é verdade - O seu anterior comentário não foi publicado porque tal como não admito que ofendam os outros tambem não admito ser ofendido por quem tão pouco tem a coragem de se identificar, mesmo embora no final me tente dar graxa.
Chico Manuel